sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Eixo pedonal


Tenho visto todas as manhãs a azáfama de uma escavadora no eixo do caminho pedonal que atravessa o Parque Oeste. Um miúdo de 3 anos obriga-nos a isto, a observar durante uns bons 5 minutos as máquinas a andar para lá e para cá.

Hoje percebi que foi feito um caminho alternativo ligeiramente desviado, no lado Sul, junto aos Condomínios da Torre. Creio que no princípio de Agosto finalizaram o extremo Norte. Será desta que vai até ao fim?

3 comentários:

Anónimo disse...

O extremo Norte do Eixo Pedonal ainda não se encontra finalizado.
E pelo andar das obras, também não será tão cedo.

Mas não posso deixar de me congratular pelo facto. Dá mais tempo à CML ou à UPAL para se decidirem pelos pedidos que já lhes foram endereçados sobre as acções a concretizar nas "zonas abandonadas" que ladeiam o caminho e que dessa forma não são ainda mais destruídas do que já estão!

Pedro Veiga disse...

É preciso ter paciência, muita paciência para estas e outras obras.
Ainda temos muitos anos pela frente cheios de "caminhos remendados".
Nestes dias reina o caos habitual na rua Eduardo Covas nas horas de ponta.
Felizmente é possível ir a pé (para quem pode) até encontrar uma estação de metro mais a sul. Para além da inauguração do eixo norte-sul aguarda-se a abertura da nova ligação do Lumiar com a Alta de Lisboa na zona do Lx condomínio.
A pouco e pouco isto vai. É pena é levar tantos anos (e tantos buracos)!

nuno martins csg22a disse...

O extremo norte do eixo pedonal - entre o Cond. do Parque e o Jardins de S. Bart. - avançou bem nestas 2 últimas semanas. Mais 1 ou 2 e deve estar terminado. Espero eu.

Agora falta é porem uma passadeira bem visivel no sítio onde o mesmo atravessa a Av. Kruz Abecassis rebaixando a placa central (com plantas)ou retirando-a naquele segmento para que pessoas, bicicletas, carrinhos de bébé, etc possam passar senão não faz sentido chamá-lo eixo pedonal.
Espero que apriveitem também para retirar o resto dos tapumes dos JSB e aproveitem para limpar o lago do C. do Parque, e já agora arranjar o portão do parque infantil. Que aquilo tem tudo para ser uma zona engraçada e está um esterco.