segunda-feira, 30 de junho de 2008

Passadeira trocada novamente

15 comentários:

Anónimo disse...

mae santissima adorada!!!!!!!!!!!!!!
mas isto sera possivel?
obrigada pelas fotografias, de outra forma nao acreditava.
estou mesmo como Sao Tomas Ver para Crer!!!!!!!!

Anónimo disse...

Tal como alguém disse uma vez:
"Não habia nececessiddaade!!!"

Anónimo disse...

NOVIDADE/PUBLICIDADE:

este sábado irá realizar-se no Parque Oeste um casamento Cigano aberto a toda a comunidade da Alta de Lisboa!
Pelo que sei haverá comida, bebida, música e muita dança!

Apareçam a este encontro! Será assim uma prova de que tudo corre bem e que o Parque Oeste tem estas virtudes: Ligar duas realidades distintas; povos e culturas diferentes unidas!

É ESTE SÁBADO ÀS 15H00!

Pedro disse...

Uma passadeira a seguir a uma paragem de autocarro... Vamos ver quanto tempo sem atropelamentos.

Luís Lucena disse...

Articulação perfeita e atempada dos serviços camarários. Ficamos todos com a percepção de que as coisas funcionam exemplarmente na CML.

Anónimo disse...

no final da krus abecassis (quem vai da rotunda para o campo da bola)também há uma passadeira a seguir à paragem...já houve aí acidentes? Faço a pergunta porque não faço ideia...a mim parece-me perigoso, mas se calhar já é normal na Alta...

Anónimo disse...

Qual será a novidade da próxima semana ?
a marcação de 2 vias para cada sentido na Vaz da Silva ??? um semáforo com radar ??? as tais lombas de alcatrão com 30 cm de altura ??? Só à minha conta tenho 3 pedidos para a CML que deixo:

Assunto: Colocação de sinalização na Av. Helena Vaz da Silva/Alta de Lisboa.

Departamento Trafego para eu, municipe
mostrar detalhes 07/12/14

Exmo. Senhor,

Acusamos a recepção do seu e-mail, o qual mereceu a nossa melhor atenção e aproveitamos para informar V. Exa. que as passadeiras da Rua Helena Vaz da Silva com a Rua Arminda Correia, fazem parte dos trabalhos já adjudicados, aguardando apenas a execução ;

- No que se refere ao bloco de cimento, a SGAL (Sociedade Gestora da Alta de Lisboa), já foi contactada face à procura de uma solução mais aceitável para o arruamento de trânsito interdito.

Com os melhores cumprimentos.

O Departamento de Segurança Rodoviária e Tráfego

FPedro


Responder Responder a todos Reencaminhar Convidar Departamento para o Gmail



XXX para Departamento
mostrar detalhes 7 Mar 2007

Exmo Senhor,

Na sequência da resposta de V. Exa do passado dia 14/12, informo que quer a execução das passadeiras ao longo da Av. Helena Vaz da Silva (zona dos passeios desnivelados junto às paragens da Carris), quer o bloco de cimento instalado no cruzamento seguinte continuam por regularizar.

Mais uma vez venho lamentar a atenção que este assunto tem merecido por parte de todas as entidades envolvidas, uma vez que esta via constitui o local com maior circulação automóvel da zona da Alta de Lisboa e paralelamente, a única onde o comércio, serviços e habitação coexistem, factores que aumentam significamente os riscos para os peões.

Com os melhores cumprimentos,


Em 14/12/07, Departamento Trafego dsrt@cm-lisboa.pt escreveu:


e ainda ..

Departamento Trafego para eu, municipe
mostrar detalhes 07/11/05

Exmo. Senhor,

Em resposta ao seu email de 17 de Outubro de 2007 informamos que:
- em relação às passadeiras, o assunto já foi tratado através de um outro processo e aguarda-se apenas a execução; foi dado conhecimento à Junta de Freguesia;
- quanto ao bloco de cimento a SGAL já foi contactada para substituição do referido bloco.

Com os melhores cumprimentos,
O Departamento de Segurança Rodoviária e Tráfego.

e ainda ...

Sinalização na Alta de lisboa

XXXXX para dmis.drcv, jflumiar
mostrar detalhes 07/02/07

Exmos Senhores,

Sou morador no Alto do Lumiar, vulgarmente designada Alta de Lisboa (mais concretamente no Condomínio da Torre), desde Novembro de 2004. Ao longo deste período tenho assistido a diversas alterações bastante positivas introduzidas pela CML e no qual certamente a Junta de Freguesia do Lumiar teve um papel bstante activo na sua implementação.
Para suportar a reclamação que pretendo comunicar a V. Exas. deveria ter incluído fotografias exemplificativas das situações abaixo descritas, no entanto como considero que o conteúdo deste e-mail já tem um atraso significativo em relação aos problemas, resolvi limitar-me simplesmente ao conteúdo escrito das mesmas.

Sinalização Vertical

- Verifica-se que em alguns cruzamentos nas diversas vias transversais à R. Helena Vaz da Silva (no qual incluo a R. Tomás Del Negro, onde resido) foram colocados os pilares metálicos para a colocação da sinalização (indicação de passadeiras (?); stop (?); sinal de cedência de prioridade (?)) mas estes nunca foram colocados;

- Ao logo da via Helena Vaz da Silva no sentido do Paqrue da Conchas nenhuma das vias transversais dispõem de sinalização vertical;


Sinalização Horizontal

No passado mês de Novembro o departamento da CML responsável pela instalação/manutenção da sinalização procedeu à marcação no pavimento de traços descontínuos nas vias do Condomínio da Torre (R. Tomás del Negro, Luís Piçarra, etc). Estas vias são de pouco tráfego e de pequena largura, o que na prática se reflete numa pouca repercussão em termos de segurança rodoviária, na medida em que na na sua generalidade são vias de acesso às habitações e garagens, pelo que considero que a intervenção tinha um interesse secundário face às reais necessidades abaixo reclamadas.

Nessa data não foi efectuado qualquer tipo de intervenção ao nível da marcação no pavimento des passadeiras nessas artérias, nomeadamente nos cruzamentos e acessos à Alameda da Música (local de acesso a 2 parques infantis). Uma vez que se aproximava o período natalício, entendi que a CML tinha agendado para uma data imediatamente a seguir a 2ª fase da intervenção (por sinal a mais importante), uma vez que assegura a segurança dos peões que diariamente utilizam essas vias. Constato no entanto que ao fim de 3 meses nada foi feito neste sentido, pelo que solicfito com carácter urgente a intervenção acima referida.

Alerto ainda para 3 pontos que considero importantes:

1. Sendo a R. Helena Vaz da Silva a via da Alta de Lisboa mais emblemática e mais desenvolvida, quer ao nível de habitação, quer ao nível de comércio e serviços, apenas dispõe de duas passadeiras numa extensão superior a 300 metros de comprimento, por sinal em ambas as extremidades, o que representa um perigo eminente para todos os peões (adultos e muitas crianças) que diariamente utilizam este espaço, dado que actualmente é via a mais movimentada no acesso às diversas urbanizações que compõem a Alta de Lisboa;

2.Ainda na mesma via, foi efectuada pela CML no passado muito recente uma intervenção ao nível da sustentação de um muro, bem como da construção de uma escadaria de acesso a uma urbanização. Verifica-se porém que ao terminar essa escadaria não existe qualquer passadeira que permita aos peões atravessar em segurança;

3. Por último, alerto para o facto de que a marcação das passadeiras existentes no cruzamento da Estrada da Torre com a Helena Vaz da Silva se encontram totalmente apagadas do pavimento, requerendo intervenção urgente.

Recordo que este local é bastante perigoso, uma vez que se localiza numa zona de fraca visibilidade por parte dos condutores que circulam no sentido Lumiar/Alta de Lisboa, sendo frequentes sinistros entre veículos. Por outro lado este local é diariamente utilizado por largas dezenas de pessoas que se dirigem para a única paragem da Carris naquele local e é ainda utilizada por algumas centens de estudantes que se dirigem para o Liceu que se encontra na Estrada da Torre.

Grato pela sua atenção para o conteúdo da minha reclamação, disponho-me desde já a prestar qualquer outro tipo de esclarecuimento que entender conveniente sbre este assunto

Com os melhores cumprimentos

Anónimo disse...

LOL

ps: obrigado pela dica qto ao casamento cigano. Já sei onde não ir no sábado.

Anónimo disse...

racismo???!!!!
xenofobia???!!!

aqui no Viver????

a malta anda muito desactualizada e esquecida!!!

relembro alguns comentários a alguém da FN... Comentários que vocês do Viver fizeram... e aceitam um comentário deste calibre???

eu vou...!
pelo menos irei lá passar...!
não sei se irei dançar ou comer...!

mas é, seguramente mais interessante que ficar a coçar o cu nas paredes (coisa que este anónimo gentilmente saberá o que é)!!!

Anónimo disse...

Ó Senhor comentador.
Porque é que essa "cabecinha" pensou logo em Racismo e Xenofobia?
Já pensou que o outro comentador poderá, legitimamente ter pensado, que como é tradição cigana, os casamentos são super mexidos e movimentados e que essa pessoa não seja adepta de tais andanças?
Porquê pensar logo em Racismos e Xenofobias?
Voçê é um grande complexado. Devia procurar ajuda, deve ser dificil gostar de si de tão negativo que é.
E quanto ao direito de cada um exprimir as suas ideias sem ter de ser censurado por um "inteligente" da sua espécie?
Fascismos? Racismos? Que tal gostou?

Anónimo disse...

era bom que assim fosse sempre: liberdade de comentar, liberdade de expressão. Eu próprio já fui vitima de alguma censura neste blog. Sim, sou o jornalista do expresso a quem já me apelidaram de Troll (de forma indirecta por um dos redactores deste muy noble blogui!).

É só conversa!
Eu até me divirto ao ver aqui tanto disparate junto (refiro-me é claro aos comments e a alguns posts...). E que tal fazerem um livro? Já sei o título:

Algo se passa no bairro
ou
...e Tudo a Alta levou!...
ou
Cães ladram, a caravana passa!

Cumprimentos

Pedro disse...

Epá, os promotores dete blog que apaguem este tipo de mensagens anónimas... Só descredibiliza o blog.

Anónimo disse...

para o "jornalista" do expresso,

Não sei se um dos redactores do blog o apelidou "indirectamente" de troll...

Eu lembro-me de uma das suas ultimas participações e chamei-lhe pior que isso.
Estava bem disposto nesse dia.

Miguel

Anónimo disse...

Respeitando-nos a todos daremos exemplos vários de cidadania, agora se uns começam a chamar nomes aos outros já será um factor negativo e se se aproveitam do espaço para se vangloriarem que chamaram pior ou melhor ,então, é uma calamidade.
Que a sensatez e a calma dos comentadores sejam um atributo nas intervenções neste espaço.
Cumps.

Mr. Steed disse...

olha, um comentário sensato :)