terça-feira, 15 de maio de 2007

CanaLta 17b - breve apresentação



O projecto das emissões televisivas do nosso blog está a arrancar com os spots publicitários, mas falta ainda uma apresentação à sociedade, a todos vós, ilustres e estimados leitores, que nos seguem diariamente, que nos lêem atentamente linha a linha.

O blog sempre teve como princípio editorial ilustrar cada post com uma imagem alusiva ao assunto. Isso tem sido conseguido em grande parte, dando aos leitores um arquivo de imagens que mostram bem a evolução da Alta de Lisboa nestes quase dois anos. Mas mostrar uma rua que nasce, uma árvore plantada, um centro de saúde que se adia mais de um ano, infraestruturas, equipamentos, acaba por ser escasso para retratar uma cidade. Porque uma cidade só existe com pessoas, porque uma cidade não é só o resultado dos méritos e incompetências dos autarcas, mas é também o que os seus moradores dela querem.

O CanaLta 17b pretende assim mostrar duma forma nova aqui no blog as pessoas na cidade, a sua fruição, as interacções, algumas histórias de vida. Queremos ter um lado satírico, como num dos trailers já apresentados, mas também acrescentar outras expressões de Viver na Alta de Lisboa, umas mais contemplativas, como o outro trailer já apresentado, ou mesmo entrevistas de rua, o que exigirá de nós um trabalho completamente diferente do realizado até aqui. Mas como este blog é fruto de motivações pessoais e tem como condição sine qua non para a sua existênia e continuidade o prazer que nos dá a fazê-lo, é por esta linha que estamos agora também inclinados a ir. Pelo menos este vosso escriba aqui.

E porquê CanaLta 17b? Pensámos, em reunião informal de redacção, em Canal Viver. A escolha era óbvia, pelo nome do blog. Mas depois chegou a recordação de adolescência do célebre Canal 18, que tinha também, se a memória não me trai, o nome de Canal Viver. Ora bolas! Associar o nosso Viver ao canal 18? Somos de mau gosto mas não tanto, exclamámos. Estamos lá quase, roçamos o mau gosto, mas nunca ao nível do C18. Talvez Canal 17,99 então? Fraco. Dá muito trabalho a dizer e não fica no ouvido. Dezassete e meio, então? Hmmm... Também não. Ah!!! 17b!!! Havia um autocarro que passava pela Musgueira que era o 17b! Autocarro, Carris... Espera lá... Fixe! Assim ainda se faz mais uma chalaça: "uma televisão fora dos carris".

Fundem-se ainda as palavras Canal e Alta, originando Canalta, provavelmente a única coisa no nome que não precisa de grande explicação. Mesmo assim, ainda leva tempo a encontrar a melhor forma gráfica de a escrever: canalta, CANALta, CanALTA, canAlta, CanAlta, CanaLta? Ainda não tomámos a decisão, mas por enquanto a preferência é pela última hipótese. Enfim, é um nome cheio de segundos significados, talvez não tão requintado como o Mezzo ou Odisseia, mas faz-me lembrar, pelas voltas e contravoltas que o seu nome encerra, o Bach a modular por três tonalidades em metade de um compasso, ou o Romário, nos tempos de Barcelona, a fintar 4 adversários num metro de relvado, com a devida diferença (antes que me acusem de falta de humildade).

Resta acrescentar que estamos sedentos e receberemos de braços abertos todo o tipo de colaboração: editores de imagem, cameramans, assistentes de produção, assistentes de realização, guionistas, designers, pessoal que queira aparecer no CanaLta 17b (por enquanto será assim), que queira falar, ou que conheça quem queira. Exprimam-se, digam qualquer coisa. É hora de sintonizar a mira.

9 comentários:

Nuno Martins CSG disse...

errrr...
câmara nova?

eheh

Tiago disse...

:) Nem mais! A antiga avariou-se no Porto, há duas semanas. Esta faz uns filmes muito catitas, não achas?

nuno martins csg disse...

oops ganda gaffe! - câmara em vez de câmera. Oh mas sim claro que tão catitas os teus filmes, o do buraco no tapume ali à frente, então... :o)

Tiago disse...

Esse não é meu, é do Pedro Veiga. Oh... :( Afinal não se nota assim tanto a diferença das máquinas.

nuno martins csg disse...

Não, mas a sério... acho que tá fixe a ideia. Podem contar comigo para espectador. Continuem!

Tiago disse...

Obrigado. Reforço positivo é importante.

Sérgio disse...

E uns filmes?
Tb se pode contribuir com uns filmes caseiros? Calculo que o controlo de qualidade seja apertado mas podemos sonhar ter um trabalho a passar nesta nova estação?
Cumps e votos de sucesso para mais esta iniciativa.

Tiago disse...

Sérgio, os critérios editoriais do chefe de redacção, secundados pelo conselho de administração são muito apertados. Aqui entre nós, o gajo é um bocado chato. Mas é um caso a ver. Manda o video e logo se vê.

Abraço!
Tiago

Sérgio disse...

A verdade é que ainda não tenho nenhum. Não é por falta de ideias. É mesmo preguiça. Mas quando tiver falo contigo, a ver se passa.
Cumps