segunda-feira, 2 de outubro de 2006

Parque infantil requalificado


Esta notícia estava já há muitas semanas para ser dada, mas foi ficando esquecida na nossa agenda. Demos conta aqui inúmeras vezes do estado lastimável em que se encontrava o parque infantil da R. Adriana Vecchi. Chegou até a organizar-se um grupo de moradores para dar alguma limpeza ao espaço, arranjar o possível para que aquele pedaço de rua pudesse ser utilizado. A visibilidade do blog trouxe o Vereador António Prôa ao local, certificando-se da situação, prometendo actuar. Demorou, mas o espaço está realmente melhor. É isto que interessa: se cidadãos e governantes se ajudarem, se unirem esforços em prol de causas comuns, vale a pena a democracia. Que seja este apenas um pequeno exemplo entre muitos futuros.

4 comentários:

Tiago disse...

Tive de abdicar de algum pudor para escrever a penúltima frase. Estou a fazer um esforço para combater uma certa tendência derrotista e fatalista na maneira como vejo o país onde vivo. Não defendo ditaduras, mas uma democracia só faz sentido existir se servir as populações e não os que se interessam pela sua própria eleição. A verdade é que nestes últimos 32 anos tem havido muito grunho a ser eleito que se serviu mais a si próprio e aos seus próximos do que defendeu a causa pública.

E, continuando a acreditar na ideia da Alta de Lisboa, tenho constatado que muitos dos atrasos que têm condenado um mais rápido crescimento salutar desta nova zona da cidade se devem mais às entidades públicas, do que aos moradores ou SGAL. Vereadores preguiçosos que adiam para amanhã o despacho que devia ter sido ontem, enganos na elaboração de documentos que só vivem impunes por terem sido cometidos numa instituição onde o erro é coniventemente tolerado, funcionários que decidem o que se passa nas ruas sem sair dos seus confortáveis gabinetes.

A Função Pública não é isto. Não pode ser isto. E uma coisa é o parque infantil estar reabilitado, outra são os atrasos nas expropriações da Santos e Castro ou na passagem burocrática dos terrenos camarários para a SGAL ao abrigo do PUAL, por exemplo.

Pedro disse...

Eu vivo no condominio São João de Brito, passo todos os dias por este espaço e posso constatar que agora sim, as nossas crianças podem brincar em segurança num local agradável e bem cuidado.
É um óptimo exemplo de como os cidadãos podem e devem exercer os seus direitos. Parabéns ao blog pelo sucesso nesta pequena causa.
Ainda em relação a este parque infantil, pena é que durante o dia seja frequentado por teenagers na casa dos 12-18 anos que lá se deitam, namoram, escrevem nos baloiços e sujam o espaço. Mas enfim, é uma questão de educação e nenhum blog poderá ajudar a ultrapassar.

Puma disse...

Isso e civismo nenhum blog poderá fazer nada.

Trust=Puma

Anónimo disse...

Espero que façam o mesmo com os parques perto da Colina de São Gonçalo.

Não percebo como é que foram construir parques infantis com areias, quando toda a gente sabe que já não são permitidos...