segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Viver e conhecer o bairro II

Escrevemos muito por aqui sobre a importãncia de viver as ruas e não apenas passar por elas. Porque a percepção que se obtem de um e de outro modo de estar é completamente diferente. E, quando apenas se passa por qualquer sítio, levamos apenas um olhar rápido e esterotipado e deixamos para trás os detalhes de cada lugar. Os detalhes bons e os maus, claro. Mas a verdade é que não se sabe, realmente, do que se fala.

Isto acontece muito aqui na Alta de Lisboa, acho eu. Muitas vezes reparo ao ler alguma notícia na comunicação social, ou comentários aqui no blog, que quem fala não se deu ao trabalho de vir cá confirmar os factos (se jornalista) ou não sai à rua a pé (se morador). É uma pena.

Mas acontece por todo lado e, como eu, há mais quem tenha pena que seja assim. Se me apeteceu escrever isto hoje foi por ler outra pessoa indignada com a visão deturpada que alguém que passa tem da sua rua. Neste caso trata-se de um texto de Laurinda Alves sobre a Rua da Rosa, no Bairro Alto. E aqui está a resposta da Rosa Pomar, moradora.

Que saiamos todos mais à rua, por aqui. São os meus votos.

4 comentários:

Mr. Steed disse...

Ó Joana, a Laurinda é conhecida desde há anos tanto pelas opiniões risíveis e disparatadas como pela prosa mal enjorcada e tem um cantinho no nosso panteão das cromas blogueiras, juntamente com aquela da bomba e a outra rititi e não sei que mais.

Engraçado é tb o facto de a foto que ilustra o artigo nem ser da Rua da Rosa :)

Eu sinceramente não gosto do Bairro Alto como está. Sujo por quem lá não vive. Gostava do Bairro limpo de grafitis e de carros.

Joana disse...

Pois eu sobre o Bairro Alto não tenho opinião, que nem lá passo, nem lá moro.

Mas o meu ponto é que façamos os possíveis para ser o menos possível como as LA, bomba e rititi. Especialmente sobre o nosso bairro.

Rosa disse...

Pela parte que me toca, obrigada pela referência :)

Mr. Steed disse...

De nada ó Rosinha! Aparece por cá mais vezes!

Ponto entendido ó Joana!

:)