terça-feira, 16 de setembro de 2008

E agora um pouco de Banksy

É oficial. Se isto é graffiti, eu acho piada a graffitis. Destes assim, adoro. Depois de vos mostrar os do Roadsworth, fiquem agora com os do Banksy, por dica do Mr. Steed. Ainda mais giros, sim. A chatice nestas coisas de escrever em paredes é que para cada talento que nasce existe um milhão de pessoas convencidas que são esse um, e que acham que escrever Telmo love Vanessa é arte e que qualquer sítio serve.

Parece que em New Orleans havia alguém que apagava os graffitis sempre com um véu cinzento por cima. Ficou conhecido como o temível Gray Ghost.



E esta é a resposta do Banksy.

4 comentários:

João Tito Basto disse...

... e tens o site rebel:art (http://www.rebelart.net/diary/?cat=3)que mostra um pouco do que se faz por aí em Street art. Vale mesmo a pena ver.

Tiago disse...

Gosto deste: http://www.rebelart.net/diary/?cat=3

Joana disse...

E o que acham do eco-graffiti?
(http://www.treehugger.com/files/2008/08/eco-graffiti-london-brooklyn.php)

Joana disse...

E este (http://www.inhabitat.com/2007/01/11/reverse-graffiti/) que é conseguido apenas com a limpeza diferencial de algumas areas daqueles tuneis e viadutos cheios de pó nas paredes?