quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Oferta e procura?

(Periferia de Burgos - Julho de 2007)

(Periferia de Burgos - Agosto de 2008)

Apesar dos 13 meses de distância, as fotografias parecem ter sido tiradas no mesmo dia.

De um ano para o outro o cenário pouco mudou: algumas janelas mostram vida no apartamento, mas a maior parte continua por estrear. Apesar desta evidente estagnação do mercado imobiliário, Espanha - como Portugal - continua esquecer-se dos mais elementares princípios de sustentabilidade económica e da relação entre oferta e procura, continuando a construir com alegria edifícios de habitação na periferia das cidades.

Para quem? Quanto vale um produto que não tem procura? Quanto valem agora as casas que outrora obrigaram os compradores a um endividamento de décadas?

1 comentário:

Menina_marota disse...

Ah... mas acredita que está muita gente a comprar casas a baixo custo e assim valorizar o património pessoal.

Não te lembra nada?

Não te lembra outras ocasiões em que muita gente enriqueceu à custa do património de quem se queria desfazer deles?

Pois... é assim meu caro!

è para o que está a dar... uns empobrecem, outros engordam o património... :((