terça-feira, 29 de janeiro de 2008

A COISA AQUI TÁ PRETA




As coisas estão a ficar preocupantes. Deixem-me repetir.

As coisas estão a ficar preocupantes.

Não sei quantos ouviram ontem a mesa redonda efectuada no âmbito do programa "Portugal em Directo" tendo como tema a Alta e como participantes, para além da Ana B. e do Tiago, o Dr. Moura-Carvalho, representante da SGAL e o nóvel Director Municipal do Urbanismo e Gestão Urbana, Arq. Catarino (se não a ouviram, cliquem aqui).


Para além da cacha obtida pela jornalista com o anúncio da abertura da esquadra da PSP (não abram já o espumante: será faseada, tendo nesta primeira fase apenas efectivos administrativos e de transito, reforço de policiamento, zero... por enquanto) a novidade maior terá sido a dedução, a partir do afirmado on e off de que a CML não está minimamente preocupada com o sucesso da Alta de Lisboa.


Vou especificar: a CML, na pessoa do seu representante, fez questão de sublinhar que


1. O que foi decidido pela Câmara antes do Verão de 2007 foi decidido incorrectamente logo não obriga a actual equipa directiva ao cumprimento da palavra - é o que se pode concluir do anúncio da anulação da solução adoptada para a Porta Sul e do lançamento de um novo estudo com concurso internacional (antigamente lançava-se uma comissão de inquérito, agora lançam-se concursos internacionais para dilatar as decisões no tempo) e da crítica ao lançamento da Santos e Castro antes da finalização de todas as expropriações (onde estaríamos agora, sem expropriações concluídas e sem 4/5 da via feita?).


2. A SGAL é persona non grata junto do novo poder camarário (registe-se a afirmação de que a Porta Sul será terminada sem a participação da SGAL, as noticias cirurgicamente colocadas acerca de algumas das conclusões da auditoria e, noutro plano, a ainda ausência de contactos com a empresa no âmbito da resolução dos problemas do Parque Oeste).


3. Para a CML não existem problemas no Alto do Lumiar - concluído que está o frete de realojamento gratuito dos bairros degradados da zona pela SGAL - é o que se deduz da inércia anunciada para o tratamento das expropriações e da ligação da Alta à 2ª Circular.


Ora, com uma CML mais ocupada em procurar buracos no acordo com a SGAL na tentativa de descobrir novos meios de financiamento do que em consciencializar-se que eticamente tem de cumprir o que, como Câmara se comprometeu a fazer,


Com uma CML que não mostra pudor em trair uma população de eleitos que confiou na sua palavra aquando da compra de casa na Alta,


Com uma CML que se está borrifando para os atrasos, para a dilatação de prazos, para os incómodos que essa dilação trará tanto ao nível dos fluxos de tráfego como para o desenvolvimento global do espaço (qual será a viabilidade do terciário sem bons acessos?),


Com uma CML que prefere, por guerrilhas pessoais e políticas, transformar um completo projecto urbano em mais um dormitório,


Será que não nos resta outro caminho que não seja o vender o apartamento enquanto podemos e fugirmos para outra cidade?

Iniciarmos rapidamente a campanha para eleição de uma nova vereação?

Manifestarmo-nos ruidosamente e em força pelo cumprimento dos compromissos pela CML?


Se um poder público atrasa deliberadamente a prossecução de um projecto urbanístico do qual foi parte interessada, baseado em acordos e contratos e do qual depende o dia-a-dia de milhares de cidadãos, podemos concluir uma de duas coisas: ou é incompetente na gestão das expectativas e dos compromissos que assumiu no passado (o poder representa uma instituição, não representa um período temporal dessa instituição; deve e tem de ser solidário com a palavra e os actos que essa instituição assumiu independentemente de concordar ou não com eles, sob pena de transformar essa instituição numa pessoa de mal e os compromissos numa piada de mau gosto) ou está a trabalhar de má-fé. E tanta incompetência começa a cheirar a irreal.


Dou por mim a olhar o mapa da cidade e a pensar nas urbanizações que foram sendo anunciadas no decurso de uma vereação e anuladas na vereação seguinte. Dou por mim a pensar nos milhões pagos a Gehry e que acabaram de ser deitados ao lixo e nos milhões que foram pagos a Foster e que acabaram no mesmo sítio. Dou por mim a pensar nos terrenos da Matinha e no Vale de Santo António e nos seus milhares de metros quadrados de habitação ensombrados pelos metros quadrados à venda na Alta e os anunciados para os próximos anos, tudo nesta conjuntura de pouca procura. E não posso deixar de me interrogar.

57 comentários:

Anónimo disse...

Nada disto me surpreende. A "esquerda caviar" que tomou conta da CML tem muito bla bla sobre os mais desfavorecidos e a classe media, mas so esta verdadeiramente interessada nada defesa dos seus amigos; nas zonas da Lapa, Principe Real, etc e em fumar charutos no Papa Acorda e semelhantes.
Cabe a todos os moradores da alta mobilizarem-se por aquilo que todos queremos para a Alta; uma zona com qualidade de vida onde TODOS possam lutar pela melhoria das suas condicoes economicas e sociais. Parabens ao Viver pelo enorme contributo que tem dado para este objectivo.
PD

Anónimo disse...

Sequi o link mas nao encontrei a referida entrevista. Que tal porem no youtube?

Anónimo disse...

Votaram neste querido Presidente!! Agoara aguentem-se ... é esta à geração rasca de politicos do meu País .... é tudo javardeira!

Anónimo disse...

São todos uns aldrabões e o PSD não é melhor. Vejam lá o que querem fazer com esta nova lei das autarquias.

Anónimo disse...

Qual foi o dia do programa ?

Anónimo disse...

http://ww1.rtp.pt/wportal/informacao/noticias_audio/index.php?noticia=5394

Anónimo disse...

Ja o disse aqui e repito... uma boa parte das pessoas que se mudou para a alta, não está recenseada no Lumiar e, muito possivelmente, muitos nem sequer em Lisboa.

ssim..não há força para obrigar estes senhores a cumprir...

Deviamos fazer uma campanha de recenseamento..depois gostava de ver o que acontece em 2009...

miguel

Anónimo disse...

vamos a isso
tem toda a razao
eu ainda estou recenseada na cidade ds meus pais
esta gente ainda nao percebeu que o POVO ja nao e povinho e que sabemos viver em democracia.
sabemos como utilizar as regras em nosso favor
como se atrevem???????
mas olhem la. temos mesmo que pagar impostos para estes #%&^&@#$^ andarem a fingir que trabalham????
Quanto ao centro de saude e a biblioteca

quero edificio independentes, nao uma loja num espaco habitacional

chega
para a rua contra esquerdas caviar de meninos bem que nao sabem o que e trabalhar

Anónimo disse...

O que se passa é que os novos moradores da Alta de Lisboa andaram tempo a mais a dormir e a acreditar, acreditar, acreditar, sonhar,sonhar,sonhar e a fazer belos exercícios de sociologia, de optimismo e ultimamente até de agricultura.
O resultado é que os incompetentes que vem sendo os mesmos desde há 4 anos alargaram a sua acção sem barreiras e hoje as coisas estão como estão.
Quando os oiço dar entrevistas com a vózinha a tremer para mim o filme está feito.
Se não fosse por supor que a maioria beija a mesma bandeira que eu, pelo vosso enorme espirito de ingenuidade diria que ...ou são de Marte ou são Americanos.Mas, de qualquer forma, ainda bem que acordaram.Mais vale tarde que nunca.Sejam pois bem vindos à terra.

Anónimo disse...

Ouvi o programa e o do Arq. Catarino e de facto espantoso. Por um lado tem uma atitude "eu nao sou de ca, so vim ver a bola"- nao sabe onde fica o Centro S. Musgueira, nao sabe quando vao ficar prontos os acessos eixo N/S-ameixoeira, nao sabe quando ficarao prontos os "estudos para a ligacao temporaria santos e castro/2 circular, etc. Por outro a ligeireza e candura com que cancelou o projecto da Porta Sul, porque era muito caro. Relativamente a que? E os custos de reiniciar o projecto ?

Como e possivel tanta ligeireza e irresponsabilidade em cancelar compromissos previos da CML e afirmar que foram decisoes incorrectas, quando o projecto da Alta ja tem mais de 15 anos, passando por diversos executivos da CML ?

Pedro disse...

Bom, é a primeira vez que oiço chamar esquerda caviar os militantes do PS...
Quanto às acusações de ingenuidade face à atitude da CML devem ser filhas de uma leitura pouco atenta dos posts dos últimos dois anos.

Finalmente, partilho o repto aqui lançado: do que é que estão à espera para se recensearem no Lumiar?

Anónimo disse...

Porque menciona apenas a CML com falta de atitude?
E a SGAL não? Hummmm!
Exemplo claro de naiveté, quer mais?
Desculpe, forçou-me.

camelo disse...

Resensear no Lumiar para quê?

Para o Lumiar continuar a ser mais um bairro?

Um insignificante grão de areia, pisado a cada momento?

camelo disse...

Recensear só para elevar o Lumiar ao estatuto de cidade. Assim sim.

Anónimo disse...

recensear para poder escolher
de facto as vezes sinto que vivo em Marte

e obrigada pelas boas vindas
ana

Anónimo disse...

O problema e que o PS na CML esta "refem" da dita "esquerda caviar"...

Anónimo disse...

Mas por que raio vem o idiota do comentário de "Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 01H18m WET" colocar posts aqui?

Será que não se pode ter uma discussão de adultos sobre seja o que for sem que apareçam estes cães a meter as patas no teclado e escreverem estes posts idiotas?

Que tal criarem o seu próprio blog, tipo www.caes-tambem-teclam.com e deixam o Viver ser o espaço adulto que sempre foi?

Cumprimentos aos cães e ao camelo também.

df disse...

O projecto foi criado pela CML.
O projecto foi iniciado pela CML.
O projecto conseguiu, com algum custo, atingir ALGUNS dos seus objectivos.
...bem e agora? já não é um projecto da CML?
Não é a esta CML que os milhares de residentes pagam os seus impostos camarários?
Não foi este o sitio escolhido para viver e criar os filhos?
...e ainda participar num projecto de integração social que nos seus objectivos de base era interessante viável e dignificante?
..........bem e agora? já não é um projecto da CML?
Parabens a todos os que tentam dar vós a esta e a todas as causas sociais subjacentes à ALTA DE LISBOA!!!!!!!!!
df

Anónimo disse...

A política é aberta a todos. É muito fácil dizer mal, chamar isto e aquilo. Mas que tal recensearem-se, participarem nas assembelias municipais, de freguesia, etc...manter blogs como estes (parabéns a quem o mentém!), particpar na associação de moradores, etc, etc.
Dizer mal, somente dizer mal e nõa propor alternativas e lutar por elas, e dizer mal nos termos em que é feito nestes comentários, é destruir a razão que possa existir.
Pedro

Joana disse...

Eu recenseei-me este mês no Lumiar. Demorou menos de 5 minutos.

Anónimo disse...

Será esquerda caviar ou direita imbecil que nem sequer sabe o que é arrumar a casa e um bom governo da mesma.
Será que ainda há duvidas sobre isso ?
Não é, ainda, suficiente o resultado das sindicâncias e dos processos em tribunal?
Naturalmente que “chover no molhado” de nada adianta, o que os “fregueses” querem é a resolução dos problemas urbanísticos, ordenamento do território, bem como as garantias de segurança e do combate à criminalidade.

Anónimo disse...

Esta "sindicancia" serve para justificar tudo. Justificou a demissao pessoas da "outra cor" apesar de nao terem sido referidas na dita. Justificou a anulacao do negocio com a Bragapaque (arriscando compensacoes indemenizatorias que poderao ser muito mais danosas para a CML do que o negocio inicial) e agora tambem serve para anular o projecto da porta Sul e outros na Alta e noutros locais...
Mas ja e habitual os politicos Portugueses recorrem a estes truques para ganharem margem de manobra e justificacao para as trapalhadas que querem fazer. Para Barroso foi o "discurso da tanga", para Socrates o "relatorio Constancio" e para Costa/Fernandes e a "sindicancia"...

Anónimo disse...

Quem vive nos JS Bartolomeu pode recensear-se no Lumiar ou tem de ser na Charneca ?

Anónimo disse...

do Publico
Câmara de Lisboa vai criar comissão de "boas práticas" para prevenir a corrupção
30.01.2008
Relações dos técnicos municipais com gabinetes de projectos e promotores é uma situação "preocupante"

A Câmara de Lisboa discute hoje a criação pela assembleia municipal de uma comissão destinada a promover as "boas práticas", como forma de combater a corrupção nos seus serviços, uma das "medidas correctivas" já aprovadas pelo executivo municipal na sequência da recente sindicância aos serviços do Urbanismo.


A proposta do presidente da autarquia, António Costa (PS), defende a criação desta comissão, "composta por três personalidades designadas pela assembleia municipal por maioria de dois terços". A comissão para combater a corrupção terá um "mandato de quatro anos não coincidente com o mandato dos órgãos autárquicos, por forma a aumentar as garantias de independência, à semelhança do que sucede com as autoridades reguladoras".
A deliberação camarária aprovada na sequência da sindicância aos serviços do Urbanismo dirigida por uma magistrada do Ministério Público incluía a criação desta comissão com a missão de "monitorizar" as áreas mais expostas ao risco de corrupção, como a urbanística e a da contratação pública. "Elaborar códigos de conduta e códigos de boas práticas e acompanhar a sua aplicação" é outra das atribuições da comissão definidas nessa deliberação.
"Avaliar e encaminhar as queixas dos cidadãos e dos trabalhadores nesta matéria" e publicar anualmente um relatório são outras das missões da comissão, referidas pela Agência Lusa.
A sindicância aos serviços do Urbanismo foi pedida pelo ex-presidente da câmara e actual vereador independente Carmona Rodrigues, em Dezembro de 2006, e o seu relatório foi entregue cerca de um ano depois a António Costa.
O documento refere que houve "intervenção directa de funcionários que têm interesse nos processos, porque têm relações com os gabinetes que produzem os projectos ou com as empresas promotoras". Trinta e quatro funcionários do Urbanismo e três avençados têm ou tiveram participações em sociedades comerciais, concluiu a procuradora, sendo que a maioria destas sociedades têm actividades relacionadas com o sector imobiliário e a construção civil. A magistrada, que concluiu que há processos "cujos projectos são desenvolvidos em gabinetes privados de funcionários", classificou a situação de "preocupante".

Anónimo disse...

Só para responder: quem vive nos Jsb pertence á freguesia Charneca, se actualizar o BI é o que vêm lá...

Catarina.

Anónimo disse...

Ao anónimo de 30 de Janeiro de 2008 09H22m.

Aceito que me apelide de idiota.(embora me aborreça a falta de educação)
Aceito que me chame de cão que mete as patas no teclado.(embora me aborreça a falta de educação)
Aceito porque nada do que voçê diga me ofende realmente,é um betinho revoltado a precisar de umas palmadinhas para corrigir esse excesso de mimo.
Aceito porque voçê é um projecto de adulto falhado, um menino que reage pavloviamente aos estímulos, isto é (explico porque voçê é um ás com "no" no fim).Uma das reacções básicas de quem é atingido por uma verdade no seu ego desproporcional,descontextualizado e ausente de conhecimentos básicos para efectuar uma defesa decorrente de discernimento assistido por uma cultura que funde as suas posições é a resposta ofensiva,a resposta da guturalidade, da bestialidade, enfim voçê, sem tirar nem pôr.
Chamar-se de adulto é outra falácia que está a dar cabo de si, voçê é o protótipo do imberbe mimado que usa fraldas e de tem algum odor a urina misturado com o "dolce & gabana" que usa como marca do seu território pejado de fêmeas flácidas ou da ausência delas.
Corre o desastre supremo de me apelidar de cão no sentido denegridor. Coitado, até aí, ó grande ditador falhado( posso chamar-lhe Octávio César Augusto? ), voçê falhou na utilização da arma. Ser cão é ser amigo, é ser honesto, é conhecer quem lhe dá de comer, é ser detentor de uma qualidade que nem daqui a 50 anos voçê terá e que é ser amigo sem querer nada em troca. Voçê não sabe do que estou a falar pois não? Calculava isso mesmo.
Agradeço-lhe pelo elogio.
Por fim e quando me chama de camelo, outra falha, voçê não acerta mesmo uma bolas, o Camelo é um dromedário( voçê é um dorme-dário, isto deverias ser - dormiu demais )enquanto o camelo armazena muita água para si para se bastar nas travessias do deserto, 1º voçê não sabe o que é a travessia de um deserto, depois voçê nada na água que os outros metem para que voçê nade.É um mariavaicomasoutras
Não me ofendeu em nada, até lhe agradeço por este momento de hilariedade.
Quando precisar de ensinamentos de vida procure-os aqui, no "espaço adulto" e aprenda o significado da pluralidade e não faça exercícios de ofensa(?) aos outros quando, nem isso sabe fazer.
Até sempre Octávio César Augusto(em projecto)
Ahh, cresça no entretanto.

Anónimo disse...

O POVO TEM MEM�RIA CURTA !!!!!

MUITOS DOS PROBLEMAS QUE HOJE VIVEMOS S�O OBRA DE SANTANA E CARMONA OU J� N�O SE LEMBRAM?????

Publicidade
Av Santos e Castro aberta em 2004??? director da upal/cml unidade de projectos da Alta do Lumiar Dr.Moura de Carvalho, agora Ditector juridico da SGAL.

O povo tem mem�ria curta

Anónimo disse...

Realmente é fantástica a capacidade de alguns em tornear factos... Então a cml é a má da fita!! Aqui del'rei!!
Entre 2002 e 2005 (e daí até Agosto de 2007, mas sobretudo naquela época)foram feitas as maiores trapalhadas: houve excesso e deficiências de construção, o plano urbanístico foi sistematicamente desrespeitado, somaram-se ilegalidades várias e graves(aliás,detectadas pela sindicante), houve decisões urbanísticas feitas em função de interesses que não os públicos, e muito menos os dos residentes, pela mesma pessoa que agora fala - esse carlos moura carvalho - e a culpa é destes que agora chegaram!!!???
E essa pessoa (de uma desonestidade gritante) ainda tem a lata de falar da cml?
Está tudo louco?
Por acaso, já pararam para pensar bem nessa personagem??
Como é que se passa assim de um cargo público para um cargo privado, quando antes se decidia sobre questões desse mesmo privado, e ainda se é remunerado com uma casinha no preciso local de que se foi gestor e cujo projecto até se aprovou?
Só não vê quem não quer...
E só a finalizar, a cml tem culpas sim. Mas não são únicas. Olha, talvez sejam de quem mandou, dirigiu...
Há é personagens obscuras que mais valia desaparecerem de vez!
Talvez o MP se encarregue disso...

Pedro disse...

Anónmo muito bem informado, as acusações sem provas e sem cara ficarão consigo e caberá a quem se sentir derimir argumentos no local proprio. Quero só chamar-lhe a atenção para que quem fala na CML são os moradores e não o dr. cmc, o qual, aliás, não é participante neste blog (e por quem, obviamente, não falo - veja-se o nosso historial de discordâncias). Não confunda chapéus como parece confundir vendettas pessoais com interesses comuns.

Anónimo disse...

Lamentavel o comentario do anonimo antes do pedro. Esta "sindicancia" e mesmo pau para toda a obra. Agora serve de "balde de lama" para atirar contra o bom nome do Dr. Carlos.
O que e' ridiculo e' que fazendo um google "sindicancia CML" aparece muito aproveitamento politico sobre a dita, mas nao aparece o documento original. Ja' agora podiam por na net para toda a gente saber o que realmente esta la'.
PD

Anónimo disse...

De acordo com o presidente, este relatório é composto por mais de 300 páginas e contém uma matéria «vasta e complexa». Porém, Costa frisou que não vai tornar público o documento para proteger o nome das pessoas que estão ligadas às irregularidades detectadas e para que seja salvaguardado o direito ao contraditório.

Nesta sindicância, disse António Costa, foram detectadas irregularidades de diferente natureza, mas não quis adiantar casos concretos. Avançou apenas que vão ser exonerados dois directores de departamento, quatro chefes de divisão dos serviços de urbanismo e responsáveis de outros departamentos municipais.

O relatório propõe vários processos disciplinares e a reorganização de serviços e auditorias complementares.
do Sol,
António Costa disse ainda que há situações que envolvem «este ou aquele» responsável político.

Diz o presidente que há situações de promiscuidade política e mistura de funções privadas e públicas.

Costa ressalvou ainda que as seis exonerações não correspondem a seis casos, mas que se trata da confiança que é preciso ter nas pessoas que trabalham nos serviços onde ocorrem este tipo de casos

Anónimo disse...

"Porém, Costa frisou que não vai tornar público o documento para proteger o nome das pessoas que estão ligadas às irregularidades detectadas e para que seja salvaguardado o direito ao contraditório."

Bullshit. E' essencial publicar a "sindicancia" para se saber o que realmente esta' la'. E uma questao de direito a informacao.
Dr. Sa Fernandes, por favor, ponha uma accao popular ou providencia cautelar em tribunal a pedir a publicacao deste documento. Obrigado.
PD

Anónimo disse...

http://lisboalisboa.blogspot.com/2008/01/utilizao-da-sindicncia-para-vrios.html

Anónimo disse...

CML deve analisar contrato com Sociedade Gestora Alta Lisboa


O relatório da sindicância aos serviços de Urbanismo da Câmara de Lisboa recomenda que a autarquia analise o contrato que tem com a Sociedade Gestora da Alta de Lisboa (SGAL), promotora que não paga taxas urbanísticas.

«Tanto quanto alcançamos do apuramento que fizemos (...), a SGAL não paga TRIU [Taxa Municipal pela Realização de Infra-Estruturas Urbanísticas]», afirma a procuradora Elisabete Matos no relatório da sindicância aos serviços do Urbanismo, a que a Lusa teve acesso.

A SGAL, que resultou da associação das empresas de construção e investimento Guinor, Companhia de Desenvolvimento Imobiliário, SGPS, S.A., A. Silva e Silva, SGP, Edifer, S.A, é responsável pelo projecto da Alta de Lisboa, que inclui habitação de realojamento.

A autarquia celebrou, em 1984, um contrato com a SGAL, que foi revisto em 1996.

Segundo o relatório da sindicância, «o regime dos loteamentos prevê que o promotor crie infra- estruturas sem que por isso fique isento de TRIU» e o regulamento desta taxa «não prevê nenhuma norma para a SGAL».

O documento considera também que como «a lei prevê compensações como encargo normal do promotor do loteamento» e que «a SGAL promove também operações urbanísticas relativas a edifícios de venda livre», justifica-se a «análise pelo Município, do contrato que a liga à SGAL».

A magistrada Elisabete Matos refere que «o problema da isenção da SGAL do pagamento de taxas urbanísticas não é novo» e foi abordado num parecer do departamento jurídico da autarquia.

A sindicância aos serviços do Urbanismo foi pedida pelo ex- presidente da Câmara e actual vereador independente Carmona Rodrigues, em Dezembro de 2006, e entregue há cerca de duas semanas ao actual autarca da capital, António Costa (PS).

Diário Digital / Lusa

04-01-2008 19:05:00

Anónimo disse...

.-..já chegou a censura a este blog??????

li aqui comentários que agora já cá não estão???!!!

censura nunca mais!!!
fascismo nunca mais!!!

JCP

Anónimo disse...

Se há coisa que não gosto na vida é de gente cobarde, que se esconde por detrás do anonimato.
Que usa o papão da sindicância e da ilegalidade para tentar intimidar, branquear, desviar as atenções do essencial.
O juízo do que foi feito ao longo destes 10 anos de vigência do Projecto Alta de Lisboa, cabe a quem cá vive, a quem acompanha e luta por este projecto e a, caso se mostre necessário, a entidades idóneas e independentes.
O trabalho e os resultados estão à vista de todos.
As questões de legalidade cabem aos tribunais.
E como estou absolutamente tranquilo, repito absolutamente tranquilo, relativamente ao trabalho desenvolvido entre 2002 e 2005 na Alta de LISBOA, tendo um orgulho enorme em tudo o que foi feito e não existem quaisquer questões de ilegalidade ou alegado favorecimento de nenhum privado, nem de quem quer que seja, estou totalmente disponível para esclarecer no sitio certo e a quem de direito tudo o que se mostre devido.
Quanto a anónimos cobardes, uma palavra: não me intimidam.
Criticarei, alertarei, lutarei com todas as minhas forças para que a Alta de Lisboa seja tudo aquilo que pode ser, para que os compromissos sejam respeitados, para não defraudar expectativas a todos aqueles que aqui vivem e trabalham e para que a legalidade impere. Exactamente o que tenho feito desde a primeira hora.
Doa a quem doer.
O nome que tenho, os valores que recebi de meus pais, e o exemplo que sou para os meus filhos não vão ser enxovalhados por vendettas pessoais ou interesses obscuros.
Vão precisar de muito mais do que isso para me calar.
Sei que para concretizar obra, para vencer obstáculos, adversidades criadas no momento, interesses instalados e seguir em frente, é preciso força e resistência. Aprendi isso na minha experiência camarária.
Muitas vezes, o mais fácil é estar calado, nada fazer, resguardar à sombra da indecisão ou da não decisão, perpetuar lugares e carreiras. Adiar, estudar, levantar obstáculos, “lançar poeira para os olhos”, emeter para outro a decisão final.
Não é a minha visão da vida, nem das funções públicas. Nem das funções privadas.
Quem me conhece sabe que para respeitar e honrar os compromissos que assumo (sejam públicos sejam privados) não existem obstáculos, não existe horário de trabalho, não existem fins-de-semana e não existe lugar simultaneamente para os dois.
Por isso vamos em frente que há muito para fazer pela Alta de Lisboa. Vamos finalizar o Parque Oeste, utilizar a Santos e Castro, o Eixo Pedonal, vamos fazer ciclovias, vamos fazer o Eixo Central, a Porta Sul, a ligação ao Campo Grande, as piscinas, os bombeiros, as novas instalações do Centro Social da Musgueira.
Vamos lutar pelo Centro Cultural do Arq. Siza Vieira, por outros equipamentos culturais, pela galeria da Maumaus, pela arte pública, pela sinalética do Prof. Daciano Costa.
Vamos criar condições para que os escritórios e o comércio que falta possa vir rapidamente para a Alta de Lisboa, o que só será possível com melhores acessos. Vamos pensar no que fazer com a Feira das Galinheiras, com os mercados, com os lares e centros de dias. Vamos pensar como gerir e como manter todos esses novos equipamentos.
Vamos pensar nos serviços a instalar nas malhas 32 e 33.
Vamos deixar de perder oportunidades.
Parabéns mais uma vez ao Viver pelo debate, pelo "agitar de águas" e por lutar por este Projecto.
Cabe-nos a todos (moradores, SGAL, CML, Juntas de Freguesia) honrar esse esforço e em conjunto vencermos obstáculos, derrubando a calúnia, os interesses, a incompetência e a inércia intencional.
Carlos Moura-Carvalho

Anónimo disse...

em resposta ao sr.Carlos Moura-Carvalho:

apenas uma pergunta:
- em que planeta é que vive?


no comments

Pedro Castro Lima

Mari Francisca disse...

no meu.
e o sr. onde vive?

dromedário disse...

Este blog é dos moradores da alta, ou é um blog porta-voz de algum partido?

Era bom que se assumissem.

Rodrigo Bastos disse...

Há abordagens sintomáticas numa grande maioria dos comentários que são colocados neste e noutros blogs sobre a Alta de Lisboa.

Fala-se muito e faz-se nada.

Critica-se muito e não se constroi nada.

"Anónimiza-se" os comentários e dar a cara, nada.

Qual o valor acrescentado que dão? Nada

Indo agora ao tema do post, acho que o que se ouviu no programa é realmente preocupante. Há que analisar o seu contexto e reflectir sobre as acções que se podem tomar.

Anónimo disse...

O blog representa os moradores da Alta?

ou

O blog está ligado a algum partido?

Não dizem nada?

Anónimo disse...

deve estar ligado a um partido que ainda estará por nascer... Dá-me ideia que será um partido de extrema-esquerda pois muito criticam e nada fazem!!! Fazendo lembrar a célebre frase dos "GATOS Fedorentos"... eles falam, falam, falam, falam, falam mas não fez nada... (neste caso, não dizem nada)!!!

PARECE-ME QUE É UM PARTIDO LIGADO À CENSURA, CONTRA AQUELES QUE NÃO TÊM AS MESMAS IDEIAS E QUE EM VEZ DE AS DISCUTIR COM BOM SENSO E COMTOLERÂNCIA... APAGAM OS COMENTÁRIOS DESTE BLOG... AFINAL ONDE ESTÁ A LIBERDADE QUE DEVERÁ PAUTAR ESTE BLOG? SE ELE EXISTE SERÁ, SOBRETUDO, PARA OS LEITORES ESCREVEREM SOBRE AQUILO QUE LHES VAI NA ALMA... MAS AFINAL, HAVERÁ PLURALISMO POLÍTICO NUM BLOG QUE CENSURA, DE CARIZ FASCISTA, QUE NÃO ASSUME (OS PROPS)AS SUAS IDEIAS E CONTRAPÕE EM CAPAS DE ANÓNIMOS???

VALERÁ A PENA CONTINUAR ASSIM?
JÁ LI AQUI QUE HÁ QUEM PENSE QUE O LUMIAR DEVERIA SER UMA CIDADE! MAS QUE RAIO DE IDEIA??? PARTIDOS DE EXTREMISTA DEVERIAM SER BANIDOS!!!

JÁ SEI:

ACABEM COM ESTA ESPÉCIE DE BLOG!!!
ASSIM NÃO DÁ!!!

FAZER DESTE BLOG UMA FACHADA POLÍTICA É UMA VERGONHA!!!

TENHAM VERGONHA OS SENHORES E SENHORAS QUE "DOMINAM ESTE BLOG" E QUE ACEITAM E ESCREVEM CERTOS COMENTÁRIOS...

PARAFRASEANDO ALGUÉM QUE PERGUNTAVA EM QUE MUNDO VIVE, EU RESPONDO DA SEGUINTE MANEIRA:

---- NO MUNDO DE GENTE SALOIA, MESQUINHA, PICUINHA, DE ESCÁRNIO, DE ASCO, DE TRETA ---

Anónimo disse...

AH...ESQUECI-ME

CHAMO-ME PEDRO LEITE CONDENSADO

PELOS MENOS SOU DOCE E NÃO AZEDO COM VÓS!!!

Anónimo disse...

... E ESTOU DENTRO DA VALIDADE!!! NÃO SOU COMO MUITOS QUE AQUI ANDAM...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Mas o que eu queria saber, era se esta espécie de blog tem alguma ligação a algum partido de direita?

Pedro disse...

É como quiser, caro anónimo(a). Já nos acusaram de ser bloquistas, de estarmos a soldo dos cidadãos por Lisboa, de sermos comunas, aí em cima chamam-nos fascistas, vc pergunta se somos de direita... É mais fácil achar que uma crítica vem do lado "inimigo" ou que as críticas obedecem sempre a uma agenda política oculta.
Pois a nossa agenda é a Alta de Lisboa (ou Alto do Lumiar, como alguns preferem, ou ainda o Lumiar para sermos mais abrangentes e menos censuráveis, se preferir) e a nossa política é parabenizar o que foi bem feito e denunciar e apresentar soluções para o que saiu errado.
Se isso é ser de esquerda, direita, centro, frente ou trás, não é problema nosso. É de quem perde tempo a pensar no acessório, deixando o importante para trás.

Úma última nota para o anónimo berrante: está a ver como as suas palavras ainda cá estão? Desde que não venha com as idiotices racistas do costume, ninguém lhe apaga nada. Você continua a ser a sua pior publicidade.

Anónimo disse...

É sempre importante saber se o blog é na realidade dos moradores, ou se de alguma forma representa de forma encapotada algum partido de direita. Se acha isto acessório, o mesmo já podem não pensar os moradores, por se sentirem enganados e manipulados, por esta espécie de blog.

Anónimo disse...

Joselito, não sejas um menino mau. Tanta dor de cotovelo e complexo de inferioridade leva-te fazer coisas feias. Gasta essa energia em alguma coisa produtiva, filho.

Joana disse...

Nós nem sequer concordamos uns com os outros, como é que podiamos representar algum partido? Ou mesmo os moradores todos?

O que se escreve é da responsabilidade de quem escreve. E representa a opinião ou visão de quem é escreve. Às vezes vai de encontro à opiniao de uns, outras de outros.

E eu acrescentava à Agenda, Pedro, para além do Lumiar, Alta, etc, Lisboa, a cidade em geral.

Tiago disse...

Fazer este blog representa horas de dedicação, dinheiro investido, muito prazer pela luta das causas, muito prazer por sentir que há muita e muita gente que nos aprecia e agradece a dedicação.

Uma dedicação pura, por princípios que sempre defendemos, princípios de cidadania, de democracia participativa, com ou sem a personalidade jurídica que tantos gostam, sem quaisquer ligações partidárias.

Mas claro que sempre que os assuntos aquecem surgem do escuro as vozes caluniadoras. Como disse o Pedro, já fomos comunas, já fomos bloquistas, CpLs, e agora parece que também angustia alguns não saber se afinal somos de algum partido de direita (gostava que me explicassem o que isso é) ou mesmo um partido fascista.

Não somos, nenhum de nós, filiado em qualquer partido. Nem sei quais são as preferências partidárias, se as houver, dos meus colegas de blog. Interessa isso assim tanto? Temos feito sempre o esforço de discutir os assuntos pelos assuntos, com o intuito de melhorar a cidade. Seria excelente se todos tivessemos essa perspectiva de debate.

Anónimo disse...

Se investem assim tanto dinheiro no blog, certamente estarão à espera de algum retorno. É um princípio básico do capitalismo.

Joana disse...

A satisfação qualifica-se de retorno. Ou para o capitalismo não conta?

Tiago disse...

Claro que espero algum retorno: uma cidade saudável e completa, bem organizada, com uma vivência saudável do espaço público, com oferta variada de actividades para a sua população.

É assim tão difícil perceber isto?

Pedro Veiga disse...

Este tipo de comentários pouco construtivos não levam a lugar nenhum. A forma de expressar ideias neste blog é completamente livre. Nenhum de nós está preso a ideias de partidos de esquerda, do centro ou da direita. Este é um exercício livre de cidadania e mais nada!

Anónimo disse...

nao sou filiada em nenhum partido
ana

filhos da puta disse...

abaixo o poder politico!!!
viva a anarquia!!!

Mr. Steed disse...

conclusão: há muita gente cheia de ódio cá no burgo...

olhem....eu venho a este blogue porque me permite saber alguma coisa do que se passa na zona onde moro. acho que consigo ter espírito crítico para concordar ou discordar do que aqui é escrito e discutido. agora n me passa pela cabeça vir insultar gente que não conheço, tenham eles agenda política ou não.

eles têm o direito de escrever o que querem e de apagar os comentários que entenderem pelo simples facto de que o blogue é deles e pelo que me lembro nunca os vi a insultar ninguém ou a dizer parvoeiras.

em última análise quem quer passar por aqui e ler pode fazê-lo. quem não gosta pode e deve evitá-lo.