segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Fuga de Dias Lourenço do Forte de Peniche foi há 53 anos

Faz hoje 53 anos que Dias Lourenço fugiu do Forte de Peniche, durante a noite. Às duas da madrugada, depois de estudar as rondas dos guardas e desfiar um cobertor para o transformar em corda, Dias Lourenço acabou de desfazer a porta da "solitária" onde foi encarcerado por medida disciplinar depois de provocar propositadamente um guarda prisional, e mergulhou despido num mar frio e revolto, com uma trouxa de roupa no braço esquerdo.

As ondas e a maré vazante demoraram-no uma hora e meia a percorrer os 400 metros que distavam a costa. Aí chegado, teve a sorte de contar com a solidariedade de populares que o ajudaram a fugir numa camioneta de peixe.

Dias Lourenço esteve privado da liberdade no Forte de Peniche nos períodos entre 1949 e 1954 e 1962 a 1974, num total de 17 anos, por pertencer ao PCP. Tem hoje 93 anos.

Há dois anos, Dias Lourenço revisitou o Forte com a RTP e descreveu a fuga.

4 comentários:

Joana disse...

Este ano, no Verão, havia uma exposição no Forte de Peniche mto interessante. Não sei se será permanente. Tinha a descrição da fuga, cartas entre os presos e as famílias, notícias de jornais, relatórios da PIDE... mta coisa.

Ana B. disse...

E ao ouvir isto, os nossos problemas são tão mais comezinhos... e tão mais fáceis de resolver... tenhamos nós a mesma fibra e a mesma vontade.

Anónimo disse...

Parabéns pelo post.A memória é curta e os «jovens de hipermercado e férias a crédito» não têm noção do portugal de há tão pouco tempo...

Mónica disse...

assim de repente pensei que era o dias loureiro :DDDDD