quarta-feira, 28 de novembro de 2007

José Sá Fernandes e Viver na Alta de Lisboa visitam Parque Oeste

José Sá Fernandes convidou este blog para uma visita conjunta ao Parque Oeste. O passeio/conversa decorreu durante a manhã de hoje.

O Vereador dos Espaços Verdes teve oportunidade de nos dizer pessoalmente as medidas anunciadas já em comunicado e na reunião do passado dia 15 de Novembro com o Coordenador de Gabinete, Pedro Soares. Sá Fernandes reiterou concordância nas propostas apresentadas por este blog para uma maior e melhor fruição do Parque, mas apenas garantiu para já a aplicação da rede no fundo dos lagos, do reforço da sinalização e do estudo de uma vedação/murete em redor dos lagos. A instalação do Armazém da Divisão de Matas, proporcionando maior frequência do espaço, será feita na 3ª fase do Parque Oeste, agora em construção. Por falta de verbas, bancos com encosto (dos quais se mostrou entusiasta defensor) e iluminação, terão de ficar adiadas sine die. Pretende estudar a viabilidade de instalação de um parque infantil e de concessão de uma esplanada a abrir no Verão. Lembramos que fazem falta equipamentos para adolescentes e não apenas para crianças. Uma pista de skate, um ringue de basket e futsal, por exemplo.

O Parque Oeste, por ter sido pensado mais com funções cénicas e não de palco para os habitantes, é uma oportunidade mal aproveitada de utilização saudável do espaço público, de contacto entre várias populações, de esbatimento de preconceitos que são incontornáveis quando se discute um modelo de realojamento como o da Alta de Lisboa.

Considerando que, apesar de possivelmente eficaz no ano horizonte de projecto, o Parque Oeste ainda não atingiu no presente niveis satisfatórios de frequencia, não seria sensato adaptá-lo com medidas intermédias, para não se correr o risco de o perder para o futuro?

Estes meses mais frios, de pouca fruição do Parque, seriam ideais para aplicar as medidas. Estará a Arq.ª Isabel Aguirre disposta a abdicar, mesmo que temporariamente, do seu conceito de Parque Urbano? Terá a CML capacidade financeira para intervir num projecto que herdou mas não sente como seu?

8 comentários:

Anónimo disse...

Antes de mais um agradecimento ao Viver pelo trabalho desenvolvido em favor do desenvolvimento da Alta de Lisboa. Mora na Alta há 5 anos e estou satisfeita, embora a SGAL deixe muito a desejar e a CML não esteja a cumprir os seus compromissos.

É realmente urgente dar vida ao Parque Oeste. No entanto, penso que a colocação de qualquer tipo de equipamento (parque infantil/ pista de Skate, café) deverá ser sempre acompanhada de segurança/vigilância permanente no parque. De outro modo, corremos o risco de em poucos meses ter tudo estragado. E este é um dos pontos que mais me entristece. A CML tem que desenvolevr acções de educação cívica junto de certas camadas mais jovens da população circundante do Parque. De outra forma, o esforço da CML e do Viver para tornar o Parque vais utilizável terá sido em vão...

Por outro lado é preciso assegurar que os referidos equipamentos são colocados em zonas em que não perturbem o descanso dos moradores do scondomínios que circundem o Parque. Sou a favor da utilização do Parque, mas não acho desejável ter skaters às 3 ou 4 da manhã...

Continuem com o bom trabalho desenvolvido. Graças ao Viver a Alta de Lisboa está no mapa!

Diogo disse...

O que faz falta mesmo são esplanadas/cafés e não só para o verão!

Anónimo disse...

1 - Que tal levar o Zé a passear pela quinta das conchas também?!
Para quando o fim da vedação total da Quinta das Conchas?

2 - A iluminação da Alameda das Conchas, no passeio junto aos limites do jardim, não está ligada e compreende-se: foi excessivo o número de postes de iluminação, sobretudo quando a CML tem dificuldades em pagar contas da EDP. Que tal pensarem em painéis com energia solar??

3 - Na rua de acesso norte às conchas, na ARnaldo Ferreira, a maior parte do postes está com lâmpadas fundidas há cerca de três meses. Como se trata de rua de passagem para quem vem do Metro das Conchas e atravessa o jardim para ir para casa, na Alta de lisboa, não deveria ser prioritário iluminar bem esta rua???

Anónimo disse...

Só politiquices!!! Pais da fava este .. até dá nojo ser tuga! Entreguem-nos aos espanhois pf!! Preocupem-se com o que realmente interessa!

Anónimo disse...

A propósito da iluminação na Alameda das Conchas, alguém sabe porque razão mais de metade da iluminação do Parque Oeste está sem funcionar? O Parque iluminado fica muito mais bonito (e seguro!)

Anónimo disse...

Até as iluminações de Natal este ano vão ter cortes e ficar por metade... e era bem bonito !!

lavadeira disse...

Bonito, bonito era que isto não fosse um tanque de lavagem de roupa suja. A politiqueirice do costume...

Anónimo disse...

Ficamos a saber donde veio a inspiracao para a renovacao do P.das Conchas.
http://pedrosantanalopes.blogspot.com/2007/11/outra-obra.html