terça-feira, 2 de outubro de 2007

Sondagem Parque Oeste



Terminou há instantes a nossa mais recente sondagem sobre o Parque Oeste. A pergunta era simples e procurava saber se o Parque Oeste, tal como está, sem bancos com encosto, sem cafetaria e esplanada, sem equipamentos para os mais jovens e sem vigilância permanente, conseguia atrair tantos visitantes como seria desejável.

O resultado não podia ser mais claro: 96 em cada 100 portugueses visitaria com agrado o Parque Oeste se outras condições se verificassem.

Nós por aqui nunca fomos grandes adeptos deste tipo de sondagens e fazemos sempre questão de referir que não têm validade científica, com um universo de respostas representativo da população portuguesa. Neste caso auscultámos 100 pessoas. No entanto, sabemos que a SGAL gosta e leva a sério tudo o que fazemos (O director financeiro da SGAL desvaloriza as queixas dos moradores. "Segundo uma sondagem de um blog a maioria dos nossos clientes voltaria a comprar-nos as casas"), pelo que aconselhamos todos a ter esperança num rápido e eficaz encontro entre a entidade construtora e a CML para que se corrijam estes pormenores num espaço verde tão aprazível mas que se vê ameaçado por falta de utentes.

8 comentários:

Joana disse...

O Parque Oeste é mesmo ao lado da minha casa e vou sempre ao Parque das Conchas.

Pedro Veiga disse...

O Parque Oeste fica a cerca de 300 m a sul da minha casa e quando saio para um passeio na zona vou sempre ao Parque das Conchas que fica a cerca de 1 km ou mais!

Pedro disse...

Isto só prova o grau de conservadorismo dos habitantes da Alta. Fossem seres de visão, virados para as mais modernas tendências do planeamento paisagista, encheriam o Parque todas as horas do dia e da noite, desprezando olimpicamente a falta de encostos, de sombra, de iluminação nocturna, de apoio de bar de cuja falta tanto se queixam.

Anónimo disse...

mas que raio de arquitectos sem sede, sem filhos, sem vício de cafeína, sem amor ao futebol e sem medo do sol é que fazem um parque daquele tamanho onde nem os gurus da arquitectura paisagística, pelos vistos, se deleitam - pois é um deserto! Nem pombas, nem os cães vadios lá andam!
E ainda se fosse algo de encher os olhos, qualquer matagal amazónico tem mais beleza que aquele verde insípido e triste. As pessoas é que lhe darão vida - salvem o parque oeste!E peçam uma indemnização aos arquitectos daquela vergonha - vão desenhar desertos para o dubai.

Anónimo disse...

O que é mais triste é o estado de degradação em que se encontra o Parque. Há canteiros cheios de plantas mortas, porque o sistema de rega não funciona. É inacreditável como é que depois de se gastar tanto dinheiro se deixa chegar o Parque a este estado. O mesmo se passa também com o Parque das Conchas que já viu melhores dias.

É urgente reclamar junto da CML e da SGAL para que tomem medidas.

Alberto Esquilo disse...

Com a pergunta feita daquela maneira, que resultados esperavam?

Próxima pergunta: se a gasolina no posto da Repsol passar para metade do preço, vai lá abastecer mais ou menos vezes?

Tiago disse...

Aceito com fair-play o reparo e acho bastante piada ao exemplo dado. Mas proponho que enuncie uma pergunta sobre o Parque Oeste, integrando o debate que temos tido aqui há mais de um ano acerca da ausência de equipamentos para os utentes, que não considere então tendenciosa.

Anónimo disse...

se o parque Oeste fosse melhor frequentado você iria lá?