terça-feira, 29 de maio de 2007

A CML pára até às eleições?


Tive o prazer e privilégio de reunir com o Eng. Rosado de Sousa, director municipal da UPAL, numa reunião conjunta com a ARAL, no dia 20 de Abril de 2007. Essa reunião, marcada com o propósito exclusivo de esclarecimento sobre a pista de ski, resvalou inevitavelmente para muitos outro assuntos relacionados com o PUAL. Da pista de ski também se falou, mas não havia projecto de viabilidade (estava na altura com Carmona Rodrigues que se debruçava pessoalmente sobre o assunto), pelo que ficou este blog à espera de mais novidades para dar continuidade ao assunto que dominou o início de Abril aqui na redacção.

A reunião foi muito afável e assisti no final ao agendamento das reuniões mensais entre ARAL e UPAL. Todas a dia 11.

Entretanto caíu Carmona e a UPAL decidiu unilateralmente cancelar todas as reuniões com a ARAL.

E é aqui que me surgem as dúvidas:

- A notória abertura da UPAL à população do Alto do Lumiar só existia na condição de haver eleições em 2009?

- Por ter caído a CML, por estarem convocadas eleições para 15 de Julho próximo, e pela mais do que provável saída do PSD do governo da cidade, sente o director municipal da UPAL que já não tem nada a ganhar com as reuniões porque o cargo que ocupa é de confiança política?

- Até 15 de Julho não irá a UPAL dar seguimento a nenhum processo relacionado com a Alta de Lisboa, levando os prazos atrasar-se ainda mais deixando SGAL e moradores reféns na sua impotência?

- Os funcionários da CML deixaram de estar ao serviço do Estado, em representação dos interesses da população? Deixaram de receber ordenado?

1 comentário:

Diogo disse...

Penso que a pista de ski já está a ser feita na Amadora junto à IC19!