quinta-feira, 1 de setembro de 2005

Autárquicas 2005 - Lisboa

Aqui ficam os links (por ordem alfabética do cabeça de lista) para os sites dos candidatos à CML:


José Sá Fernandes


Maria José Nogueira Pinto

Ruben de Carvalho

15 comentários:

jvieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jvieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jvieira disse...

Visão técnica dos sites, respeitante ao sistema de conteúdos:

Carmona Rodrigues, usa tecnologia leve, barata e potentíssima mais conhecida como LAMP (Linux, Apache, MySQL e PHP).

José Sá Fernandes, usa tudo muito básico, não se pode dizer sequer que tem uma tecnologia, é tudo como se costuma dizer flat e estático, apenas páginas HTML.

Manuel M. Carrilho, usa um sistema caríssimo, pesado, que no entanto faz o trabalho necessário e com eficiência (usa Oracle 9i Application e base de dados Oracle). É caso para dizer que ele para ir à mercearia da esquina a 100 metros telefonou para um Taxi o ir levar e trazer a casa.

Maria Nogueira Pinto, estes nem se deram ao trabalho de ter trabalho, foi procurar qq coisa de borla na net e espetar as coisas lá para dentro. De louvar ao menos por terem escolhido um serviço português de blogs. Mas também de um partido de tendências conservadoras já é bom eles saberem que existe a Internet.

Ruben de Carvalho irónicamente fez o mesmo da Maria Nogueira Pinto. Qq coisita de borla na net, mas este em vez de usar um serviço nacional usou um Internacional.

Peço desculpas, apaguei os posts anteriores meus pois tinha falhado o Ruben.

Ricardo Soares disse...

Penso que o José Sá Fernandes vai interpor duas acções judiciais no sentido de impedir os outros candidatos de usarem tecnologias que não html nos seus sites e também para impedir que se apaguem comentários neste blog! :)

Anónimo disse...

Caro JVieira,

O blog de Maria José Nogueira Pinto não tem a ambição de ser um site. Também não é de borla, visto que pagamos o bom serviço (português como lembra) do weblog.com.pt.

Foi construído como um exercício de cidadania, feito (obviamente!) por um não profissional, com a intenção principal de colocar a agenda e a revista de imprensa on-line (temos como ponto de honra publicar - sempre - as notícias sem cortes).

Quanto a sabermos que a internet existe, pode reparar no nosso sidebar que vários dos candidatos do CDS às Juntas de Freguesia também têm blogs.

Os nossos leitores principais são os próprios candidatos e elementos da campanha do CDS, assim como a comunicação social.

Claro que gostamos muito de ser lidos por quem nos encontra nos motores de busca e, especialmente, na blogosfera.

Assim, agradeço a sua visita,
Com um abraço,

Diogo Belford Henriques

Rodrigo Bastos disse...

Caro Diogo,

Sem querer abusar da sua boa vontade e tendo em conta que parece estar integrado nesta acção bloguista da candidata do CDS, não poderia sugerir que a mesma efectua-se um post sobre a sua visão de presente e futuro da Alta de Lisboa?

Anónimo disse...

Caro Rodrigo,

Com certeza, Rodrigo, que podemos falar sobre isso.

Peço-lhe para me ligar para o telefone da campanha, que pode encontrar no sidebar do nosso blog.

Um abraço,
DBH

jvieira disse...

Exmo. Belford,

Entendo a situação, no caso de terem alguém que não percebe do assunto deveriam não ter indicado o mesmo como site oficial. Já tive o mesmo tipo de desculpa por parte de uma pessoa que fez o primeiro site do ACP em 1998 se não estou em erro.

Na minha perspectiva ficaram desvalorizados na forma como tentaram chegar ao público pela Internet.

Deixaram-me várias sensações que provavelmente estão erradas;

O não usarem um especialista deixa-me a sensação de que será assim que se comportam com outras situações.

E o facto do blog ter um design que é inestético para pessoas que não usem o browser Internet Explorer, fico com a sensação de que não vos interessam as minorias...

No geral, também fiquei com a sensação de que não sabem usar as ferramentas que vos param às mãos pois usam um sistema de Blog com se fosse um site noticioso. Quando os blogs são no fundo diários com perspectivas dos interessados.


Força e boa sorte,
JV

Anónimo disse...

Caro JV,

Agradeço as críticas sinceras, assim como os voto de boa sorte.

Permita-me dar-lhe a minha opinião:

Este nosso blog não é uma forma de chegar ao público pela internet, mas de estar disponível - inclusive agenda, programas, etc. - através da internet.

Sendo eu um defensor de outros sistemas e tendo, em responsabilidades que ocupei, defendido e implementado o recurso a sistemas de código-fonte livre na administração pública, compreendo a sua afirmação. No entanto, confesso que me choca a sua afirmação que isso seria indicador do interesse pelas minorias!

Sinceramente, caro JV, basta ver o trabalho informático que a Dr.ª Maria José Nogueira Pinto fez na SCML - inclusive no departamento de jogos - para ver como não faz sentido a sua afirmação sobre o uso de especialistas noutras situações.

No entanto, recuso-me a aceitar que uma candidatura a um cargo político tenha de ter uma agência de comunicação para ser credível, que o currículo e o serviço público passado dos candidatos não seja sequer avaliado - como na questão das minorias ou do especialista.

Esclareço, também, que estas são apenas as minhas opiniões pessoais, próprias para uma discussão na blogosfera.

Mas voltemos antes, ao tema que nos une: Lisboa!

Um abraço,

Diogo Belford Henriques

jvieira disse...

Viva Diogo,

Acredite que me choca mais o facto de o site não funcionar bem no meu browser. Cada um tem as suas prioridades de choque, esta está bem em cima na minha lista. Eu sou de uma minoria e fui excluído, e esse é um facto.

Não sei se sabe mas toda a estratégia de informática da Santa Casa já era defenida antes da candidata lá chegar.
E não usou especialistas? Posso-lhe dizer que a Accenture e os seus especialistas facturam balúrdios à conta da Santa Casa e do sistema informático. Com o dinheiro da Santa Casa dos jogos dificilmente alguém fará uma má gestão dessa entidade. Pois o escolher a Accenture a meu ver foi uma má decisão porque são muito dispendiosos,... mas a Santa Casa tem dinheiro para se dar a esses luxos.

Apesar de ser um Liberal, sinceramente desejo que a candidata consiga um lugar na CML, é sempre bom haver um pouco de tudo. Lisboa precisa de pessoas como todos os candidatos existentes. Acho que todos eles têm algo de importante a dizer e a fazer nas Assembleias e vereações da CML.


Cump.
JV

Anónimo disse...

O que é que se passou com o candidato Carmona Rodrigues quando confrontado sobre "despesas ilegais" da CML,pelo candidato Manuel Maria Carrilho que abandonou o local do debate?
Ter-se á sentido mal?
Alguém sabe de alguam coisa?
SSS

Anónimo disse...

O caro Anonymous (SSS) está a tentar informar-se sobre este assunto ou está só a levantar uma lebre para que todos tenham conhecimento que ele se levantou antes do final?. O senhor ficou mesmo com essa sensação de que ele se sentiu mal?. Nos jornais que li, não ouvi falar nada sobre o facto.

Que despesas ilegais são essas? É sustentado/detalhado ou são despesas ilegais para Alfacinha ver na televisão?.

Rodrigo Bastos disse...

O tal anonymous fui eu pois não estava "validado no sistema". Fica aqui o reparo :))

"
O caro Anonymous (SSS) está a tentar informar-se sobre este assunto ou está só a levantar uma lebre para que todos tenham conhecimento que ele se levantou antes do final?. O senhor ficou mesmo com essa sensação de que ele se sentiu mal?. Nos jornais que li, não ouvi falar nada sobre o facto.

Que despesas ilegais são essas? É sustentado/detalhado ou são despesas ilegais para Alfacinha ver na televisão?.
"

Rodrigo Bastos disse...

Diogo,

Não o consegui contactar... Pode-me enviar um e-mail para condominio.torre@gmail.com?

Obrigado,
Rodrigo

Anónimo disse...

Caro Rodrigo
Acerca da tal dúvida das despesas ilegais da CML:
"O SKY Lounge - estrutura situada no alto do Parque Eduardo VII e aí instalada desde que começou a última Feira do Livro - estará a custar à autarquia de Lisboa cerca de 100 mil euros por mês. Numa participação entregue esta semana ao Ministério Público e à Polícia Judiciária, refere-se que o espaço (que funciona como bar e discoteca e que inicialmente serviu para requalificar o espaço da Feira do Livro), além de representar uma despesa elevada para a autarquia, foi concessionado, sem concurso, à empresa Grupo Silva Carvalho."
______________
Está esclarecido agora? Se calhar tambem é tudo mentira,não sei,as autoridades que se pronunciem. Enfim é uma instalação muito mais importante que a superesquadra daqui da Alta de Lisboa não acha?
SSS