sexta-feira, 8 de julho de 2005

Espaços públicos da Colina de S. João de Brito ao abandono







É visível aqui o desleixo e falta de manutenção dos espaços públicos junto ao empreendimento da Colina de S. João de Brito. Mais uma vez o contraste entre espaço público e privado é confrangedor.
Como na Alameda da Música, este espaço tem bicos de rega preparados, mas aparentemente não estão ligados à rede. Será provavelmente mais um desfazamento de entrega do espaço pela SGAL à CML. Esperemos que esta situação se resolva o mais depressa possível.

14 comentários:

PFerreira disse...

É curioso ver que os espaços verdes em melhor estado de conservação e apresentação, de uma maneira geral, na alta, a não ser os espaços privados de alguns condominios, são aqueles que estão perto dos prédios PER.
Aí, a CML ainda vai fingindo que faz.

Quem está a sofrer com as "tricas e birras" entre SGAL e CML são as pessoas que PAGARAM,ESTÃO A PAGAR E VÃO CONTINUAR A PAGAR DURANTE MUITOS ANOS, E A PESO DE OURO,a sua casa.

Vemos o nosso investimento desvalorizar de uma forma abissal e a demorar a ganhar forma, mesmo, como é neste caso, um local onde as obras estão mais que concluídas.

Não basta a SGAL mostrar-nos páginas bonitas, de livros em encadernações de capa dura, com imagens projectadas em desenho do que vai ser a Alta de Lisboa. Queremos que as coisas comecem a acontecer.

Tiago disse...

Caro Pedro,

Estou solidário com o seu mal estar, mas vamos ter esperança e boa vontade. Acreditemos no poder reinvidicativo, sem baixar o nível, sem perder a razão. Estou farto do hábito tão português de protestar com um buzinão. É importante criticar construtivamente, mostrar capacidade de empreendimento.

Uma prova de que vale a pena ir a bem é a Alameda da Música, que recentemente começou a ser tratada depois de meses deabandono. Vamos ver o que fazem aos restantes espaços públicos. Continuemos a construir a Alta de Lisboa, sempre atentos, sempre interessados.

Um abraço!

aalbergaria disse...

que tal juntar as criancas que brincam nesse espaco e criar com elas jardins pessoais.
uma actividade fantastica de sabado a tarde com a familia proxima.

Tiago disse...

Como assim? Não percebi a proposta. Importa-se de me explicar melhor?

ana disse...

Desculpe por nao ter sido clara.
Vivo em Manhattan e sempre tive uma relacao de pertenca com os espacos verdes.
Nao vou sugerir que se transforme o parque oeste numa colectanea de hortas pessoais.
Mas porque e que nao se cria um grupo de voluntarios, moradores na alta de lisboa para monitorizar e "trabalhar" nos espacos verdes da alta.
Aqui em Manhattam ha voluntarios (reformados, estudantes, criancas, desempregados, pessoas que gostam de verde) que passam umas horas por semana a apanhar ervas daninhas e a monitorizar a saude das arvores, nos parques da cidade e pelas ruas.
Tambem ha iniciativas individuais. Ha meninos/meninas, idosas/os que passam umas horas ao fim-de-semana a cuidar do pedacinho de terra a volta da arvore em frente a sua casa.
Por norma os condominios reservam parte do seu orcamento para manutencao dos espacos verdes adjacentes ao seus edificios.
o que sugeri anteriormente foi que um grupo de condominos que frequenta o parque infantil adjacente ao espaco verde nas fotos comprasse umas sementes, fizesse uso de algumas ferramentas de jardinagem e passasse umas manhas bem passadas com as suas criancas.
Clara? provavelmete nao. perdao!

ana disse...

criei um novo blog para os futuros moradores dos jardins de sao bartolomeu
www.jardinsdesbartolomeu.blogspot.com

Tiago disse...

A ideia de serem os próprio habitantes a ajudar a cuidar dos espaços é lindíssma e fundamental para aumentar o amor e estima que sentimos pela cidade. É um tema que teremos urgentemente que aprofundar.

Anónimo disse...

PFerreira está cheio de razão.
E desculpe-me o Tiago e a sua boa vontade em relação aqueles que tem o poder de por as coisas a andar, aconselhando a discussão sem perda de nível.
Porquê essa preocupação?
O nível deve ser proporcionalmente usado relativamente à forma como somos tratados, isto é com reciprocidade.
Sei já que a SGAL tem sido advertida para cumprir com o planeado no projecto desta àrea da Alta de Lisboa - A Colina S.João de Brito - que não cumpre e ainda a agravar estão exigências de alterações feitas pela EPAL relativamente ao circuito de rega a instalar naquele espaço público que não era agora que deveriam ter sido exigidas mas sim logo no inicio da vinda dos condóminos, mais ou menos em OUTUBRO DE 2003.
A incompetência,a negligência,o desleixo e a arrogância têm nome e têm data.
Quanto à ideia da Ana, poderei comentar que é louvável e adequada a povos evoluídos com outras mentalidades, com outras aberturas, com outra preparação para existência colectiva em ambiente saudável, o que não se passa aqui neste local onde cães "Pit Bull" que pertencem a "gangs" passeiam à solta e sem açaime e trela, que usam o parque recém inaugurado , atirando inclusivé para dentro de um lago ali existente os cães e treinando-os para amodalidade neanderthalesca da luta de cães, onde existem registos de assaltos à mão armada, onde existem registos de sequestros, onde há sexo ao vivo e a cores nos instrumentos do parque infantil, onde os meninos " pertencentes a minorias étnicas" - que hoje são poder tal é o medo que possam acusar as pessoas comuns quando os criticam, de serem racistas, rebentam com todos os candeeiros de iluminação pública que estão ao alcance da sua pequena estatura e da sua ainda mais pequena estatura moral e educacional.
Desta forma, não existem condições para acções de voluntariado que pudessem tentar suprir as necessidades existentes face ao magistral falhanço do projectista/construtor.
Se, na Alameda da Música, não houvesse um nível tão percentualmente perceptível de PER e não existisse o tal medo de poderem ser acusados pelas tais minorias dos tais nomes desagradáveis e que ficam sempre mal em qualquer campanha eleitoral autárquica , ainda a esta hora ali não existiria rega dos jardins.
Tal como não haverá, por este problema não existir,porque de pessoas normais sem frustrações se tratam,na Colina S.João de Brito, arranjo do espaço público e da rega a ele inerente.
Um Abraço
respeitávelmente "Anonymous"

Tiago disse...

Caro Anónimo, obrigado pelo comentário.

Explique lá melhor, por favor, o que se passa com a EPAL? E os moradores da Colina de S.João de Brito já fizeram alguma deligência para que a situação se resolva?

Basicamente gostaria de saber ao certo porque acontecem situações deste género. A quem pertence este espaço, quem tem responsabilidade de manutenção, se existe associação de condomínio, o que fez até agora, etc.

Obrigado pela atenção!

Anónimo disse...

Caro Tiago
Relativamente ao que aqui se passa é que a SGAL não cumpriu de acordo com o projecto aprovado para o local.
Como tal, o referido espaço ainda não pôde ser entregue aos serviços da Câmara Municipal de Lisboa.
Isto não deveria ser sinónimo de ABANDONO TOTAL,mas infelismante é o que se passa, acredite que nem a básica limpeza a efectuar pelos serviços camarários é feita no espaço que deverão ser os relvados e dentro dos parques infantis.
Poderá ainda, no local e dentro de um espaço reservado a crianças observar os restos de uma ratazana que ali morreu, se decompôs,foi devorada pela cadeia alimentar respectiva e está agora...no esqueleto.
Higiénico não é?
A acrescentar a isto tudo temos que a EPAL resolveu levantar problemas porque a rede de tubagens de àgua pública que servirá o local não está de acordo com as suas exigências.
Vão a tempo, já lá moram pessoas há mais de 20 MÊSES.
Notificada a SGAL com insistência pela UPAL(U.? do projecto da Alta de Lisboa - CML) continua a SGAL a fazer as coisas de acordo com as vontades do seu calendário estando-se perfeitamente "nas tintas" para os moradores locais.
Não deixa de ser triste ver tanta incompetência e negligência em tão poucos metros quadrados não acha?
Não existe por enquanto Associação de moradores mas ouvi já falar de uma em embrião.
Pessoalmente tenho lutado em variados campos, flagelado autenticamente ao mais alto nível e tenho conseguido muito pouco.
Mas não deixa de ser um local engraçado e divertido, por exemplo, nas passagens de Ano e também quando o Benfica foi campeão houve tiros de caçadeira, partindo dos PER, tendo os chumbos caído em vários locais das redondezas e mais giro ainda pelo pitoresco que a situação encerra, em cima de dezenas de carros.
Convidativo sem dúvida , não acha?
Ahhh, esquecia-me, se passar pelo local às 21 Horas e sentir dificuldade em falar com a sua companhia ou ouvir os seus pensamentos, não se preocupe, é o barulho da ventilação forçada que equipa os edificios da Colina S.João de Brito,que está muito acima do permitido pela Lei do Ruído, mas que apesar de tudo não impediu que o local fosse licenciado para habitação.
Outra coisa que acho estranho é que POLICIA à noite, a menos que andem à civil, não os vejo.
O Tiago vê-os???
Respeitávelmente "Anonymous"

Tiago disse...

Tudo isto é realmente muito desagradável e revoltante. Compreendo assim o seu desalento. Se quiser enviar-me por email dados detalhados de todas a diligências que fizeram entretanto para resolver estes problemas terei o maior gosto em publicá-los no blog para discussão posterior e divulgação da apatia dos serviços.

Aguardo contacto.

Anónimo disse...

O António Gouveia se mora na colina que trate disso !!!!!!!!! mas de certeza que ele mora numa casa dada pela Câmara e paga á custa do IRS dos outros
Sérgio

Anónimo disse...

Banned by webmaster. Your comments will not be added

Alta de Lisboa - COMENTE AQUI!

Excelente, nao há duvidas que o projecto da alta de lisboa vai ser um projecto que nao terá o sucesso previsto na medida de que para alem de tod o per já existente e que é muito , virão tambem morar para aqui os habitantes da cova da moua , trasendo para aqui tambem os arrastões , isto esta a ficar um luxo!!!, alguem devia avisar o stanley , penso que ele anda a dormir..
xxxx | 06.15.05 - 2:05 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Condordo perfeitamente.è mesmo um luxo ter de viver junto do PER!Mas se não basta esta situação, parece-me que os arquitectos qdo projectaram todo o complexo habitacional, partiram da ideia sempre à Portuguesa: Nós não vamos morar para lá!
Tenho dúvidas se o Sr.Stanley Ho visitou a Alta! será que o levaram para a Quinta da Marinha ?
Um casino na Alta de Lisboa tb não ficava mal ! e de certeza que muitos do PER o frequentavam.
Espero que não façam é um prédio em cima daquele onde moro, porque comprei o meu apartamento com o meu dinheiro e a CÂmara não me ajudou!.Por favor!!!! que a MALHA5 não venha destruir o Páteo S. João de Brito e que não seja igual à OLAIS!há 'AINDA' muito terreno para Norte e deixem respirar os moradores do Páteo.
sergio | 07.08.05 - 8:33 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Sérgio

Quem me vendeu a casa disse-me que ia existir o PER...

E também me disse onde eram espaços verdes e onde ia existir construção...

A malha 5 vai ter uma volumetria considerável.
António Gouveia | Homepage | 07.08.05 - 9:34 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Eles 'os vendedores' a SGAl e afins dizem muita coisa !!!!!!!!!!
eu moro lá e já tou fartinho de ouvir falar em PER. Daqui por 10 anos quero ver qto vão pagar de contribuição !!!!afinal o ppl do PER tb mora na ALTA DE LISBOA !!!!
acho que o melhor seria mesmo construir habitação social no meio do jardim das quintas e já agora façam uma piscina para cada agregado familiar do PER, sempre é melhor do que andar no lago a tomar banho !!!!!e não se esqueçam de reservar tb um lugar para os cães-zinhos, pois ter que levar com porcaria de cão e não poder passear com as crianças, só mesmo em Lisboa e Portugal.Obviamente, que a análise dos inquéritos aos ex-barraqueiros, começa com a realização 'em cima do joelho' por parte das Srªas assistentes sociais. A conversa do costume e de há 30 anos!!!!reintegração social, b´lá, blá , mas há muitos filhos de políticos a estudar no estrangeiro !!!!!!!!!!!!!!!haja equidade....e não obriguem sempre os mesmos a pagar impostos.há muita gente que tem a chamada 'esperteza rara' .
(claro que eu comprei o meu apartamento porque quis, mas ainda não é crime comprar um apartamento !!!! e TB posso vender.........ok?!
pois não tou para ver casas a imitar arco íris !!!!
Bom fim de semana
sergio | 07.15.05 - 4:08 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Sou moradora na Alta de Lisboa e sinto-me desiludida com o que está a acontecer na nossa zona.
As placas dos prédios partidas, lixo às toneladas em cima da relva,isto do Per é muito bonito mas eu, se conseguir, vou vender a minha casa.
Comprei a casa em planta, ainda tudo eram promessas, mas agora não acredito em nada.
Ana | 07.17.05 - 7:52 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

EU JÁ FIZ UM LONGO COMENTÁRIO ! MAS ISTO DE NÃO ENTRAR O COMENTÁRIO E APARECER SPAM DEIXA-ME FARTO DISTO E FARTO DO PER !!!!!!!!!
ESPERO QUE A MALHA5 NÃO SEJA IGUAL!!!AINDA HÁ MUITO TERRENO PARA NASCENTE !!!!!!!!!!!!O ARQUITECTO TOMÁS TAVEIRA QUE PENSE NISSO !!!! DEIXEM RESPIRAR AS PESSOAS DO PÁTEO S. JOÃO DE BRITO
sergio | 07.18.05 - 10:17 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Só uma palavra para aqueles que defendem o PER : ou os € não lhes custam a ganhar ou então as coisas caem-lhes em cima da cabeça.Alguns até defendem que se argumenta sem ter em conta o 'empírico' !!! leiam o Kant !!!e dêem uma volta pelos bairros do PER.Claro que há pessoas que vivem por ex.no Páteo para quem ó sentido crítico e exigência daquilo que têm direito, é fraca ! mas isso é outra questão (basta ver o logradouro)
sergio | 07.18.05 - 10:23 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Sérgio

O seu prédio fica entre a Colina São João de Brito e a Quinta da Conchas. Que tal o Sr. Sérgio sair de onde está para os moradores da Colina verem a Quinta?

O Sr. Sérgio nem sequer conhece o civismo de "deitar papeís para o chão". Só se preocupa consigo. Com os outros não. Pensa que ainda tem moral para criticar os outros?

Francamente!
António Gouveia | Homepage | 07.19.05 - 9:57 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

O sr António Gouveia é mal educado e nem vou perder mais tempo...que fez vc contra a construção do Páteo ? se este o incomodava, refilava, matava.....não me venha com lições de civismo e nem sei ao que se refere.Não lhe reconheço capacidade mental para falar em ética e moral comigo.talvez seja melhor um papel no chão do que MERDA de cão à porta do prédio.Basta ver a sua concepção na concordância de infraesturas!! h´´o meu amigo ! o Sr anda a ver mal....a minha formção não é em arquitectura, mas até um leigo vê o lixo envolvente.
Psse bem
sergio | 07.19.05 - 7:58 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Se mora na colina, faça uma favor às pessoas que moram no Páteo: mande calar ou peça para substituir as condutas que estão no telhado,já tou farto de levar com o barulho das mesmas e tenho todo o direito de estar na minha casa sossegado.
sergio | 07.19.05 - 8:39 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Sérgio

Os borlistas é que são mal educados.

Borlistas como o Sérgio que querem os benefícios sem os pagar.

E que benefícios são esses? Quer um quarteirão livre que não é seu - a Malha 5. Se fosse seu e dos seus vizinhos, isto é, se o tivessem pago, teriam todo o direito de lá fazerem o que quisessem. Tal como não construir nada. Como não é vosso...

E depois, os habitantes do PER é que vivem à custa dos outros...

Passe bem!
António Gouveia | Homepage | 07.20.05 - 9:33 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Name:

Email:

URL:

Comment: ?






Purchase a TextAd


Free Commenting by HaloScan.com (Basic Account)
Hosted by LiveRack Webhosting

Anónimo disse...

Caro Senhor Sérgio
Acredito que passe mal com o barulho da ventilação dos edificios que compoem a "COLINA S.JOÃO DE BRITO", tambem os moradores da CSJB passam bastante mal com esse excesso de ruído.
Estamos na presença de uma enorme negligência da SGAL e da CML porque o ruído que houve está COMPROVADAMENTE FORA DE LEI e a SGAL procedeu a uns testes mas ainda não resolveu o assunto.
Por isso é perfeitamente aceitável a sua revolta.
Contudo e já agora, gostaria de lhe colocar uma questão:
- AINDA NÃO OUVIU O BARULHO QUE FAZ O MOTOR DA VENTILAÇÃO DOS ESTACIONAMENTOS DO PÁTEO S.JOÃO DE BRITO????
Então ouça.
GOSTARIA DE O OUVIR SOBRE ESSE ASSUNTO.

Respeitávelmente "anonymous"