domingo, 9 de novembro de 2008

Comida

Jamie Oliver cresceu no Essex, no pub dos pais e foi aí que descobriu a paixão pela comida.

Em 1998 tornou-se uma estrela de televisão e criou o que se pode designar como um pequeno império. Livros, lojas e os programas que têm amplificado as suas mensagens e um estilo próprio, não só no Reino Unido mas também noutros países.

Desde o início da sua carreira mediática que Jamie demonstrou ser um homem de causas:
Acolheu quinze jovens desempregados com poucas qualificações e tentou que se transformassem em chefs. Em alguns casos conseguiu.

Fez campanha a favor da melhoria da alimentação nas cantinas escolares.

Mais recentemente, a propósito das notícias recorrentes acerca do aumento da obesidade, decidiu ensinar os britânicos a cozinhar.

É disto que fala o artigo do Público sobre Jamie Oliver.

O estilo, como tudo na vida, não agrada a todos, tal como as campanhas que tem realizado.

Podemos sempre afirmar que beneficia destas acções, que corre atrás do que lhe dá popularidade para vender mais livros, videos e tudo o mais.

Pois podemos.

Eu prefiro ver o lado positivo destas acções. Acho piada ao Jamie.

1 comentário:

laura.lx@gmail.com disse...

eu tb acho piada ao Jamie. Está-me sempre a entrar pelos olhos adentro...que pleonasmo lindo...
Real Essex boy...