domingo, 30 de dezembro de 2007

Outra boa ideia para 2008

Arranjo paisagístico da Colina de S. Gonçalo.

Photobucket

Esta colina ficou esquecida no mapa da Alta de Lisboa. É uma vergonha!

17 comentários:

Anónimo disse...

esta colina nao tem uma escola?

parece que tambem vai ter o centro de saude!

e claro mais casas

Anónimo disse...

Parece-me que a prioridade para 2008 deveriam ser os limitadores de velocidade. Ontem houve um acidente na Av. Krus Abecassis, ao que parece provocado por um carro que saía da garagem dos Jardins S. Bartolomeu e que fez despistar um "tunning" que vinha a grande velocidade. O acidente podia ter tido consequências graves já que o "acelera" galgou o separador central e foi parar à faixa contrária.De referir que após o acidente o condutor telefonou para alguém que o veio substituir e assim que a polícia chegou desapareceu no meio da confusão de gente que se juntou.Porque terá sido?
Enquanto as ruas residênciais da Alta continuarem a ser usadas por estes individuos como pistas de corridas estamos todos em perigo.Quem vem a sair da garagem de casa ou quem vem simplesmente a atravessar a rua para ir com os filhos para o parque.

Anónimo disse...

parece-me ser uma prioridade tremenda.
sera que vamos esperar por um acidente mortal?

Tiago disse...

A esse respeito, leiam esta notícia:

http://viveraltadelisboa.blogspot.com/2007/11/numa-notcia-distribuda-ao-final-da.html


E o lamentável desfecho político, aqui:
http://viveraltadelisboa.blogspot.com/2007/11/dignificao-dig-dig-dig-ficaficafica-so.html


Porque há quem trabalhe na CML sem qualquer vocação e competência. Essa seria também uma boa ideia para 2008: demitir toda a incompetência dos cargos públicos.

Tiago disse...

Ainda respeito das soluções redutoras de velocidade, ver também:

http://viveraltadelisboa.blogspot.com/2007/11/dia-mundial-em-memria-das-vtimas-da.html

e

http://viveraltadelisboa.blogspot.com/2007/12/iluminao-no-eixo-pedonal.html

Anónimo disse...

Tiago nao podia concordar mais contigo.
fazer uma purga a funcao publica e a melhor ideia que se pode ter.

Tiago disse...

Pois, eu não estava a propôr uma purga. Acho que a participação cívica pro-activa, o não ter medo de levantar questões, e o chamar-os-bois-pelos-nomes são a melhor maneira de pôr o país a andar.

Mas infelizmente quando se explica qualquer coisa exigindo responsabilidade a quem de direito, saltam logo para a praça os caluniadores anónimos, os guardiões de uma suposta moral pública, acusando qualquer opinião, por mais sustentada que seja, de ser "uma forma nojenta de aproveitamento político".

Enfim, it sucks!

Tiago disse...

E para isso, sejamos coerentes e consequentes:

Por exemplo, ir aí a este link http://viveraltadelisboa.blogspot.com/2007/11/dignificao-dig-dig-dig-ficaficafica-so.html

E mostrar publicamente o desagrado, assumindo a cidadania. Senão, tudo se tornam "bocas" que mais não são que ruído.

Anónimo disse...

É preciso ter calma.
Os "tunners" tem carros com 700hp para o espectaculo.
Os "Street Racers" tem carros com 700,5hp para o espectaculo. Muita calma pois.
Os street racers são cidadãos cuja integração no tecido social ainda não se conseguiu plenamente por isso através dos cavalos potência dos motores dos seus carros que tantas vezes conduzem sem habilitação legal, tentam fugir à depressão que os caracteriza numa forma de desajuste, ainda que isso possa ter de causar umas mortes aqui e ali, mas isso é o menos.
Compremos helicópteros para nos deslocarmos pois as estatisticas até dizem que é mais seguro voar.Aliás talvez por estar consciente desta realidade, o street racer em questão, tenha optado voar para a faixa contrária.Está quase , informado está ele, está quase integrado.
Quanto ao resto,fugir do local do acidente demonstra não querer ser colunável e aparecer ainda um dia destes num programa TV de colunáveis com a Mimi Vainessa.Ao sair do local onde se tornou uma celebridade este Street Racer abdicou do protagonismo em prol do anonimato.
Possivelmente James Dean é o seu mentor,as 1ªas para a as 2ªs directas sem embraiagem como em "breathless" e as 3ªs para as 4ª sempre com duplas assistidas. Falta-me o fôlego por causa do speed.
Mas não estejamos tristes, há mais disponíveis para feitos semelhantes.
Ainda há quem pense em CCTV nas ruas? Para quê?
As tias dondocas pensarão logo que é para verem a frequência com que usam esta ou aquela toillete, não é? Claro que é!
Não esquecer visitar este link:http://www.avbuyer.com/AircraftSales/AircraftResults.asp?aid=14049

Anónimo disse...

nao percebi

terramoto1755 disse...

Sobre controle de velocidades temos as novelas cíclicas das campanhas cuja última ilustração bombástica foram os radares colocados em Lisboa. Esta foi sem dúvida mais uma das ridículas páginas da nossa "prevenção rodoviária". Hoje temos nos locais onde foram postos estes magníficos radares os acidentes em que se registam as maiores infracções em termos de excesso de velocidade, antes e depois dos radares. Quer-me parecer que os condutores com tendências de afirmação pela velocidade, naturalmente sem possibilidade de afirmação em quaisquer outras facetas das suas vidas, aproveitam a existência destes inibidores pontuais de velocidade para se lembrarem de acelerar ainda mais, antes e depois destas magníficas máquinas. Realmente, em certos locais com três faixas e separador central com obrigação de circular a menos que 50km/h, é tolerável uma pequenina vingança e circular a 170km/h ou mais se o veículo o permitir, há que recuperar o tempo perdido. E se alguém circular a essa ridícula velocidade em qualquer das faixas é fazer a ultrapassagem por onde der, mesmo pela direita claro, para que foram feitas três faixas? Para não se aturar os tolos que andam dentro dos limites de velocidade impostos (mesmo os limites ridículos).
Qual é o critério para imposição de velocidades a nível Nacional? hesistirá algum? quem pelas nossas estradas anda deverá deduzir que depende do responsável local e do estado de espírito em que se encontrar em cada momento.
E as Passadeiras e Zebras, há já 20 anos que o Fernando Peça fez uma das suas reportagens "E esta hem?" explicando que nas passagens com sinalização não se colocam "zebras", mas os responsáveis ainda não perceberam. Será que algum dia chegarão a perceber?

trovador disse...

No alto dessa colina
S. Gonçalo vai pregar
Sendo Lisboa menina
No Alto do Lumiar

JB

Anónimo disse...

Por ouvir em S. Goncalo pregador.
A igreja (igreja da Charneca) onde a minha filha foi baptisada estava num estado de alguma degradacao. O Padre, um missionario holandes, pareceu-me um homem de muito trabalho e de muita forca. Mas podera ele acompanhar sozinho o crescimento da Alta.
No projecto da Alta de Lisboa, nao ha nenhum sitio de culto?
Sinagogas, Mesquitas, Templos, Igrejas?
Estara a diocese de Lisboa a par da necessidade de mais dinheiro e mais "trabalhadores" para esta area?

Anónimo disse...

acabei de ver o projecto original tem uma zona com uma cruz (suponho portanto que sera uma igreja ou um centro paroquial) em frente a estatua de fernando botero, e mais duas ou tres. Uma no montinho de sao goncalo, uma no hotel, onde e agora o stand de vendas e uma perto do fututo quartel de bombeiros.

Anónimo disse...

A SGAL no seu site apresenta uma série de boas intenções para 2008, vejamos quantas ficarão pelo caminho.Se concretizarem algumas já será bom.A SGAL deixa entrelinhas que tudo o que não for feito é por impedimento da CML.

Anónimo disse...

Pois essa rara capacidade de desentendimento constante não é nova entre CML e SGAL. Se contactar a CML acerca das coisas que não verifica andamento da Alta de Lisboa eles vão dizer-lhe que já pediram há não sei quanto tempo que a SGAL alterasse, que a SGAL fizesse, que a SGAL apresentasse e que a SGAL não efectuou. Enfim, uma lástima de relacionamento que ninguém ousa meter a mão.Ao "avisar" já que tudo o que não for feito é culpa da CML o que se está a fazer é preparar já pelo que não se fará, pelo que não se concluirá.
Oxalá alguém inteligente deite a mão a esta situação.

Edu.xp@hotmail.com disse...

pois,deveria haver uma ceita wiccan ou gothica por aki xD,sem dizer que nao tem uma escola de musica por aki,tenho que me deslocar ate o alto dos moinhos :/,viver na alta de lisboa e uma seca, sem dizer que e isolada demais para um jovem,nem parece lisboa